500 POLICIAIS MILITARES DEVEM DEIXAR SEGURANÇA DE UNIDADES PRISIONAIS NO RN

394
O processo de substituição dos policiais militares que atuam na segurança das unidades prisionais do Estado por agentes penitenciários já teve início. Até este domingo (7), três presídios já tinham passado pela mudança nos municípios de Caraúbas, Pau dos Ferros e Nova Cruz.
Os policiais militares permanecem atuando nas penitenciárias de Caicó, Alcaçuz, em Nísia Floresta, Mário Negócio, em Mossoró, e na Cadeia Pública de Natal.
De acordo com o titular da Sejuc, Pedro Florêncio, a PM está presente em 7 presídios do Estado. Ao todo, são cerca de 500 policiais reforçando a segurança das unidades prisionais, de acordo com uma estimativa do Ministério Público.
Além da recomendação do MP, que prevê a substituição desses policiais por agentes penitenciários pelo fato da presença dos PMs nas guaritas ser considerada “desvio de função”, outro fator contribuiu para o afastamento mais rápido dos policiais dos presídios estaduais: o contrato que fornecia a alimentação tanto dos PMs como dos agentes não poderá ser renovado, após uma determinação da Procuradoria Geral do Estado.
JAIR SAMPAIO