ABC e América abrem hoje disputa pelo título estadual no RN

113

O jogo tambem será transmitido pela Intertv Cabugi. Passada a polêmica em torno das datas das finais do Campeonato Potiguar de 2019, que foram bastante contestadas pelos torcedores, ABC e América entram em campo nesta quarta-feira, 17, a partir das 21h30, para disputar o primeiro jogo da decisão. A partida será realizada no estádio Frasqueirão, território abecedista, e tem tudo para proporcionar fortes emoções aos adeptos potiguares.

Do lado do ABC, o clima é de incertezas. Apesar de ter começado bem a temporada, vencendo o primeiro turno do Campeonato Estadual e avançando nas duas primeiras fases da Copa do Brasil, o Alvinegro vem amargando insucessos nas últimas semanas. Primeiro caiu na fase de pontos corridos do 2º turno do Potiguar; depois, foi eliminado na 1ª fase da Copa do Nordeste; e por fim, sucumbiu na 3ª fase da Copa do Brasil.

Como alento para o time de Ponta Negra serve o retrospecto recente. Os últimos 3 campeonatos estaduais foram conquistados pelo lado alvinegro do RN: 2016, 2017 e 2018. No último encontro em finais contra o maior rival, o ABC venceu sem dificuldades: 7 a 3 no placar agregado de 2016. A busca pelo tetracampeonato consecutivo, que não ocorre há décadas, deixa o clube na ânsia da nova conquista, em jogo a partir desta quarta.

Já do lado do América, o momento é o seu principal aliado. Desde que o técnico Moacir Júnior assumiu a equipe, houve um crescimento significativo no rendimento do time. Apesar de ele já ser o treinador rubro no revés para o próprio ABC na final do 1º turno, a equipe soube se comportar bem no 2º turno, tanto que sagrou-se campeã ao bater o Potiguar de Mossoró fora de casa na semana passada.

Em entrevista no início desta semana, o meia Roger Gaúcho, um dos atletas que chegaram para reforçar o time na segunda metade do campeonato, enalteceu a campanha realizada dentro da Copa RN, mas pediu “pés no chão” diante do adversário da final. Para ele, não existirá favorito nos dois confrontos pela decisão, e quem conseguir aplicar melhor seu jogo certamente sairá com o título do torneio.

“Nosso 2º turno foi muito bom. Conseguimos ganhar o título fora de casa contra uma equipe que estava em ascensão para chegar na condição de disputar a final geral. Sobre o ABC, é uma equipe forte, e apesar de ter sido eliminada turno tem uma equipe qualificada. A gente sabe que em clássico não existe favorito, cada jogo é um campeonato à parte. Será uma partida muito dura. Vamos respeitar o adversário mas também vamos impôr nosso ritmo”, adiantou o camisa 10 americano.

Nos dias que antecederam a primeira partida da final, tanto ABC quanto América optaram por fechar os treinamentos para não dar brechas ao adversário. Felipe Guedes, volante e capitão abecedista, disse acreditar que o suspense montado em torno do jogo é válido, embora as equipes já tenham se enfrentado três vezes na temporada (com 2 vitórias para o ABC e 1 para o América).

“Cada jogo tem sua história. Os times já se conhecem, e mesmo sabendo que do primeiro clássico para cá aconteceram muitas modificações, acredito que o suspense é válido. Do lado de lá também estão usando essa estratégia. Creio que dá pra surpreender o time deles, mas também precisamos ter cuidado para não sermos surpreendidos. Vamos tentar defender nossa condição, tentar conquistar o tetra e quem errar menos vai se sobressair”, declarou.

Por ter sido o primeiro colocado na classificação geral do campeonato, com 31 pontos, o América ganhou a condição de disputar a segunda partida da final dentro de casa (Arena das Dunas), e justamente por isso o jogo desta quarta-feira, primeiro da série, será disputado na casa do ABC (que somou 29 pontos). Em caso de igualdade no placar final ao término dos 180 minutos, a disputa do título irá para os pênaltis, sem vantagem para ninguém.