Audiência pública discutiu abastecimento das comunidades rurais abastecidas pela adutora da Serra de Santana.

357

Ana Maria representou Cerro Corá na audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira (2) discutiu a situação de abastecimento das comunidades rurais abastecidas pela adutora da Serra de Santana. O evento contou com as presenças de autoridades, coordenador do fórum das associações rurais de Lagoa Nova, Wallace Frade, prefeito Luciano Santos, vereador e presidente da câmara Antonio de Mariquinha, João Abner (CAERN), Antonio (IGARN), Marcelo Filho (Coniza), Wesley (ANA), José Procópio (Comitê da bacia hidrográfica), Manoel José (STTR), Ivan Júnior (SEMARH). Na oportunidade foi exposta aos presentes por João Abner, engenheiro da Caern, a atual situação da
Barragem Armando Ribeiro, relatando a captação da adutora que está a 8 km do local de tratamento,com previsão de fazer mais um prolongamento de mais 3 km, de acordo com o engenheiro da CAERN, o volume atual da barragem Armando Ribeiro Gonçalves é de 420 milhões/m³, e caso haja a possibilidade dela vir atingir o volume morto, ainda dispõe de 240 milhões/m³, o consumo urbano de todas as adutoras que captam água da barragem é de apenas 30 milhões/m³.”Dizer que irá faltar água para consumo humano é um absurdo, evidente que pode faltar água para irrigação, mas para consumo humano jamais. Recentemente a produção de água foi duplicada para 400 m³/h, e tem a capacidade produzir até 800m³/h, graças ao investimento em equipamentos e ampliação
da estação de tratamento, as novas adutoras de água bruta que foram instaladas com a necessidade de prolongar a captação para pontos mais profundos, essas adutoras e bombas foram dimensionadas para bombear mais água de tal forma que hoje tem condições de abastecer toda a população que é beneficiada pela adutora.” Relatou o engenheiro Na audiência foi mostrado o plano elaborado pela CAERN, fornecer para cada família que reside na zona rural, o volume correspondente a um carro pipa/mês. Após várias discussões foi montada uma comissão de trabalho para estudar todas as possibilidades para se resolver o problema, formada por representante da Caern, Semarh, Fórum de Associações Rurais, poder executivo municipal, poder legislativo, Caern, Conisa, Fetarn e Fetraf, já com uma reunião de trabalho agendada para a próxima sexta-feira(4), na sede da Semarh em Natal. Integrantes da comissão de serviço;
Fórum de Associações de Cerro Corá – Ana Maria
Fórum de Associações de Lagoa Nova – Wallace
CONISA – Presidente Marcelo Filho
CAERN – diretora Regional de Caicó – Rosy Gurgel
SEMARH–Secretário Ivan Junior
Prefeitura Municipal de Lagoa Nova – Secretario de Agricultura – Genilson
FETRAF – Socorro Silva
FETARN – Francisco José
Representante das Mulheres – Terezinha ( Associação Sítio de Dentro – Lagoa Nova)
Representante de Juventude – Whashigton ( Associação de Umarizeiro – Lagoa Nova)
Câmara de Vereadores de Lagoa Nova – Manoel Frade
Câmara de Vereadores de Cerro Corá – Charles
Igreja Católica (SEAPAC) – Diana Mariz e Saywky Sam

Fonte: Roberto Paixão