Justiça acata denúncia contra Robinson Faria por improbidade administrativa

104

O juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública, Francisco Sepháfico da Nóbrega Coutinho, acatou a abertura de processo contra o ex-governador Robinson Faria por suposta improbidade administrativa no envolvimento de inserção fraudulenta de pessoas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

A acusação de prática de improbidade administrativa contra Robinson é um desdobramento da “Operação Dama de Espadas”, deflagrada em agosto de 2015. Ela apura desvios de recursos públicos na ALRN no período de 2006 a 2015. O esquema teria causado prejuízo ao erário de mais de R$ 5 milhões.

O MPRN acusa o político de ter continuado com a prática mesmo depois de ter deixado a presidência da Assembleia e ocupado às funções de vice-governador e governador do Estado. O ex-governador terá 15 dias para apresentar a defesa.