1.600 servidores são suspeitos de se candidatarem para ganhar folga remunerada

0
322

Levantamento feito pelo UOL usando dados divulgados pela Justiça Eleitoral mostra que 1.642 servidores públicos são suspeitos de terem se candidatado nas eleições de 2020 para tirar licença remunerada.

Por lei, funcionários públicos precisam se afastar do serviço quando decidem disputar uma eleição e têm direito de continuar recebendo salários enquanto fazem campanha.

Para chegar a esse número, o portal usou uma metodologia do Ministério Público do Paraná que tenta identificar candidaturas com indícios de irregularidades.

Segundo o órgão, candidatos que se declararam servidores, tiveram menos de dez votos, gastaram menos de R$ 100 em suas campanhas e não informaram páginas ou perfis de divulgação à Justiça Eleitoral têm candidaturas que merecem ser verificadas.”

Fonte: Portal Grande Ponto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui