Adolescente de 14 anos morre em fila de espera por UTI Covid pediátrica no RN

Adolescente de 14 anos morre em fila de espera por UTI Covid pediátrica no RN
Redes Sociais

Um adolescente de 14 anos morreu, nesta sexta-feira (28), enquanto aguardava vaga em um leito pediátrico de UTI Covid no Rio Grande do Norte. Identicado como Geovani Augusto, o menino morava no município de São Tomé, na região do Trairí. Ele tinha paralisia cerebral, estava com covid-19 e, segundo os médicos, precisava realizar o tratamento em uma UTI.

Ele estava internado desde a última quarta-feira (26) na unidade mista de saúde do município de São Tomé e integrava uma lista de espera por leitos críticos. Não há registro de vacinação do garoto contra a Covid-19 no RN Mais Vacina, nem na plataforma do Ministério da Saúde.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) lamentou o óbito do adolescente e justificou a espera diante do avanço da covid-19 no estado. “A equipe técnica da Sesap tem trabalhado diuturnamente na tentativa de garantir uma assistência rápida e adequada a toda população do estado. Infelizmente com a velocidade do agravamento da pandemia e a busca expressiva por leitos, principalmente os pediátricos, somado ao adoecimento também dos profissionais de saúde, não permite a oferta de leitos na velocidade necessária”, disse a secretaria.

Ainda segundo a Sesap, o RN dispõe atualmente de dez leitos de UTI e 30 clínicos no Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, além de três de UTI no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, todos ocupados. O planejamento é de que o Maria Alice chegue a 16 leitos de UTI.

“A Sesap reforça ainda a importância de que as crianças sejam vacinadas contra a Covid-19 o mais rápido possível, pois a vacina é eficaz e segura”, acrescentou na nota.

Portal da Tropical


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.