Resultado do Gabarito do Enem 2022 sairá amanhã

Realizado nos dias 13 e 20 de novembro deste ano, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022, que dá acesso a instituições de ensino superior e políticas públicas como o Programa Universidade Para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), terá o gabarito oficial divulgado na quarta-feira, 23, às 18 horas, conforme informou o ministro da Educação, Victor Godoy, na manhã desta segunda-feira, 21. Os resultados com as notas individuais estarão disponíveis em 13 de fevereiro de 2023.

O documento poderá ser conferido na seção de “Provas e Gabaritos” do portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), pasta do MEC responsável pela execução da avaliação. No link, também é possível conferir o gabarito de edições anteriores do Enem.

A partir do dia de divulgação dos resultados, o MEC tem o prazo de 60 dias para permitir o acesso do participante ao espelho da redação. O documento vai ficar disponível também na Página do Participante.

Ao menos 3,4 milhões de pessoas se inscreveram para a versão impressa do Enem 2022. Ainda de acordo com os dados preliminares, ao menos 2,4 mil estiveram presentes no primeiro dia da avaliação, o que representa 72,1%. O primeiro dia de prova teve 27,9% de abstenção.

No segundo dia, compareceram pouco mais de 2,3 milhões, somando 68,1% de participantes presentes. Ou seja, 31,9% dos candidatos não foram realizar o exame.

No digital, 66,5 mil se inscreveram. Do total, 32,3 mil participaram do primeiro dia, atingindo 48,7% de presentes. No segundo dia, o número foi menor, ficando em 29,8 mil, representando 44,9%. Em ambas as datas, a abstenção ficou acima de 50%.

“O fato é que o Enem digital ainda não deslanchou. O Inep tem esse papel, essa missão de buscar de que maneira a gente consegue trazer tecnologia, trazer inovação e mais atratividade para isso. E também esse modelo de levar o computador para a sala de aula, para o aluno ter que fazer (o exame) na sala de aula, também torna o modelo não muito escalável porque ficaria muito difícil levar esses computadores para mais de 153 mil locais de aplicação”, afirmou o ministro.

No primeiro domingo de prova, os participantes responderam questões de linguagens e ciências humanas. No mesmo dia também escreveram a redação com o tema “Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil”.

Já no segundo dia, eles responderam questões de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia.

Informações preliminares do Inep apontam ainda que 4.986 participantes foram eliminados na prova impressa, enquanto na digital, o número foi de 140. Entre os exemplos de motivos estão: portar equipamento eletrônico, ausentar-se antes do horário permitido e não cumprir normas previstas no edital.

Com relação aos participantes afetados por problemas logísticos, no exame impresso foram 162 estudantes. Já no digital, 31 participantes. Em geral, por emergências médicas e interrupção temporária de energia.

Durante a coletiva, o ministro também citou brevemente a possibilidade de números inflados de inscritos em edições anteriores do Enem, ao ser questionado sobre a queda do número de inscritos na edição deste ano, com 3,4 milhões, menor número desde 2006.

“O próprio número de participantes do Enem, que tem investigação em curso, sobre a possibilidade de ter números inflados de inscritos no exame, que está em apuração pelo TCG (Tribunal de Contas da União) e CGU (Controladoria-Geral da União). Pode ser uma das razões que explique essa redução também. Naturalmente, tivemos um período de pandemia no meio do caminho, que certamente deve ter efeito sobre a redução de inscritos”, disse ele.

CRONOGRAMA

Solicitação de reaplicação

Entre 21 e 25 de novembro de 2023

Segundo o Inep, em casos de doenças infectocontagiosas, como a covid-19, os pedidos devem ser acompanhados por documentos comprobatórios, que serão analisados pelo Inep individualmente. Já no que se refere a problemas logísticos, o instituto avaliará as solicitações, de acordo com as possíveis intercorrências registradas.

Publicação dos gabaritos oficiais e dos cadernos de questões

23 de novembro de 2023 às 18 horas

Reaplicação/Enem PPL (mesma data para Privados de Liberdade)

10 e 11 de janeiro de 2023

Resultados – notas individuais

13 de fevereiro de 2023

Resultados dos treineiros e vista pedagógica da redação

Abril de 2023.

Educação do RN realiza quinta edição da avaliação do SIMAIS

Estará acontecendo nesta terça-feira (22) pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC) o início da 5ª edição das avaliações do Sistema Integrado de Monitoramento e Avaliação Institucional (SIMAIS).
O objetivo é aferir as aprendizagens e competências consolidadas pelos estudantes ao final de cada etapa do ensino, incluindo também o ciclo de alfabetização. Esses dados favorecem a formulação de políticas públicas destinadas à melhoria da educação do estado, orientando o planejamento articulado em 2023.
O SIMAIS será realizado na terça e quarta-feira (23) em todas as escolas da rede estadual que ofertam o ensino regular, com aplicação de provas aos estudantes de 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio. Apenas as turmas do 2° ano do ensino fundamental terão dois dias de provas (22 e 23 de novembro), sendo um dia para língua portuguesa e outro para matemática. As turmas de 5° e 9º anos do ensino fundamental e a 3ª série ensino médio terão a aplicação das provas em um único dia, 23 de novembro, com um único caderno de provas contendo questões de matemática e língua portuguesa.

As turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), multisseriadas ou exclusivas de Educação Especial, por sua natureza diferenciada, não participam da avaliação.

Cerca de 542 escolas estaduais devem realizar o SIMAIS, o que representa 1.043 turmas, mobilizando 2.282 professores e mais de 55 mil estudantes. Na SEEC, o sistema é coordenado pela Subcoordenadoria de Avaliação Escolar (SUAVE) e a aplicação é realizada pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd/UFJF), que também fará o processamento dos dados.
Durante o lançamento da atual edição, realizada em live na última semana, o secretário de Educação do RN, Getúlio Marques, apontou a importância da avaliação. “Um momento essencial para a retomada plena do processo de avaliação da nossa rede, que foi suspensa no período da pandemia. Essa avaliação é articulada com o planejamento estratégico que estamos construindo para a mudança do ano letivo, de 2022 para 2023. Queremos que nossos estudantes superem as dificuldades que possam ter no processo de aprendizagem e, para isso, é necessário conhecer as especificidades da rede estadual de ensino”, destacou o professor Getúlio Marques.
A avaliação é formada por questões de língua portuguesa e matemática e um questionário, que ajudarão a conhecer melhor questões socioculturais, trajetória escolar, aprendizagem, clima escolar e hábitos de estudo, entre outros aspectos que fazem parte da comunidade escolar.
“Uma característica importante nessa avaliação é que ela permite que seja realizado um acompanhamento e monitoramento das escolas da rede estadual, graças às análises que possamos fazer partindo dos dados produzidos pela avaliação. Isso garante uma melhor compreensão da realidade escolar e da articulação das etapas de ensino e áreas no planejamento escolar, sem preocupação com ranking ou comparações entre escolas”, destaca a professora Márcia Gurgel, secretária adjunta de Educação do RN.
 
Avaliação-Os estudantes terão o tempo de 2 horas e 30 minutos para concluir, com exceção as turmas do 2º ano do ensino fundamental, que terão um tempo total de 1h20, em cada dia da aplicação. Esse período de prova é o tempo médio padrão estabelecido para todas as avaliações externas realizadas no país.
As provas são constituídas de testes cognitivos de língua portuguesa e matemática, contendo questões de múltipla escolha. Para cada questão, há quatro alternativas de resposta, sendo apenas uma correta.
Em língua portuguesa, serão avaliados conhecimentos e habilidades sobre: procedimentos de leitura, gêneros discursivos, compreensão e interpretação de textos, relação entre textos e tratamento da informação, coerência e coesão, recursos expressivos e variação linguística, entre outros. Em matemática, avaliam-se conhecimentos com ênfase nas habilidades de resolução de problemas aplicados a contextos do cotidiano sobre temas como espaço e forma, grandezas e medidas, números e operações, álgebra e funções e tratamento da informação.
“É importante que cada escola converse com os estudantes sobre o tipo de atividade da qual participarão, em que consiste a avaliação, qual a sua finalidade, porque é importante participar. Existe uma equipe muito grande trabalhando para a realização do SIMAIS, desde o órgão central da Educação, passando pelas Diretorias Regionais de Ensino, escolas e instituições parceiras. É um momento muito esperado por todos nós”, frisa Afonso Gomes, coordenador geral da avaliação e da SUAVE.
Resultado-Previstos para serem conhecidos ainda neste ano, os resultados preliminares e finais da avaliação serão disponibilizados no Portal do SIMAIS. De acordo com a equipe organizadora, estarão disponíveis os resultados dos desempenhos por escola, turma e estudante, assim como por DIREC.
“A partir dos resultados, serão também fornecidas orientações para o trabalho pedagógico das escolas, considerando os desempenhos obtidos e o conjunto dos descritores das matrizes da avaliação, para a devida apropriação pelos professores e gestores” reforça Afonso Gomes.
O portal também disponibilizará um conjunto de revistas, em formato digital, produzidas especialmente para a reflexão da comunidade escolar sobre como melhorar a qualidade do ensino em nossas escolas, contribuindo para a formação dos nossos profissionais. São elas: Revista do Sistema, Revista do Gestor, Revista do Professor de Língua Portuguesa, Revista do Professor de Matemática e Revista dos Indicadores Contextuais.Foto:Danilo Bezerra

Gincana RN + Limpo mobiliza estudantes para a coleta de resíduos eletroeletrônicos

União, cooperação e responsabilidade ambiental marcam a 1ª Gincana RN + Limpo, envolvendo mais de 50.000 alunos da Rede Estadual de Ensino. As instituições que formam o Programa RN + Limpo promovem, durante o mês de novembro, uma mobilização nas escolas estaduais como forma de multiplicar os agentes ambientais no Rio Grande do Norte, através da responsabilidade perante o meio ambiente e inspiração das crianças.  A Gincana acontece até o dia 11 de dezembro.

A atividade é fruto da parceria entre a Circular Brain, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema); Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern); Elera Renováveis, e empresa Natal Reciclagem.

O principal objetivo é articular em conjunto com os Comitês Municipais e Escolares de Educação Ambiental estratégias para engajamento dos alunos em uma Gincana de Descarte Correto de Resíduos Eletrônicos. Além disso, coletar a maior quantidade de Resíduos Eletroeletrônicos (REE), evitando o descarte para aterros sanitários e mostrando os benefícios da economia circular (conceito estratégico que baseia na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia).

Participam da ação cerca de 50 escolas estaduais e 50.000 alunos da Região Metropolitana e do Seridó, onde as instituições se tornarão pontos de descarte durante esse período.

As escolas vão receber os resíduos dos alunos e armazenar nas BigBags recebidas. Assim que estiverem cheias, o responsável pela escola deverá entrar em contato com a organização para solicitar a coleta. Cada kg de resíduo eletroeletrônico recebido será equivalente a 1 ponto na Gincana.

De acordo com a subcoordenadora de Planejamento e Educação Ambiental do Idema, Iracy Wanderley, a educação ambiental trabalhada nas escolas é base para mudanças em longo prazo para uma sociedade atenta para cuidar  do meio ambiente. ”Temos procurado incentivar as Prefeituras, através dos Comitês de Educação Ambiental e do Programa Escolas Sustentáveis para, efetivamente, desenvolverem iniciativas com interação, planejamento e engajamento social”, disse Iracy.

Para a pedagoga e educadora ambiental, Laíse Campos, a atuação do Idema foi um instrumento importante para a realização da atividade realizada pela Circular Brain. “Articulamos e mobilizamos com os 18 municípios do Seridó a participarem da gincana. A atividade acontece dentro da Campanha RN + Limpo e toda instituição parceira tem sua contribuição. Quando terminada a ação, através do exemplo os alunos poderão inspirar suas famílias e comunidade a descartarem de maneira adequada cada resíduo”, disse.

Por meio da Educomunicação, os alunos produzem vídeos com mensagens sobre o descarte adequado dos resíduos eletroeletrônicos e postam nas redes sociais, alertando a população sobre os devidos cuidados. As escolas que mais coletarem serão homenageadas pelo Governo do Estado E as vencedoras receberão prêmios.

Como funciona?

Os Comitês de Educação Ambiental indicam pelo menos três instituições de ensino por município, a partir do Ensino Fundamental II para participar da Gincana. As escolas recebem o material de comunicação, assim como BigBags, para guardar os resíduos recebidos. A equipe Organizadora da Campanha formará agentes articuladores que levarão os materiais e aplicarão dinâmicas de Educação Ambiental em todas as escolas participantes.

Premiação

1º Lugar: 8 Computadores Novos

2º Lugar: 2 Computadores Novos

3º Lugar: 1 Computador Novo

O que é Lixo Eletrônico?

Também conhecido como REE, é todo equipamento eletroeletrônico que não utilizamos mais, por não estar mais funcionando ou ser obsoleto, isso ocorre quando uma nova tecnologia foi lançada, impedindo ou dificultando a utilização deste aparelho.

Rio Grande do Norte tem mais de 13 mil vagas disponíveis para o Sisu

O Rio Grande do Norte tem mais de 13 mil vagas disponíveis para serem ocupadas na primeira edição do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) 2023, em 4 instituições públicas de ensino superior. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte  lidera o número de vagas com 7.136.

A seleção para concorrer às vagas do Sisu 2023.1 será feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 – será aplicado em novembro de 2022 e janeiro de 2023 – as inscrições para o Sisu estão previstas para ocorrer entre os dias 31 de janeiro a 02 de fevereiro.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) vai disponibilizar 1.277 vagas na primeira edição do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) 2023. No entanto, o termo ainda não foi publicado.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) vai disponibilizar 2.129 vagas na primeira edição do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) 2023. No entanto, o termo ainda não foi publicado.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vai disponibilizar 7.136 vagas na primeira edição do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) 2023. No entanto, o termo ainda não foi publicado.

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) vai disponibilizar 2.700 vagas na primeira edição do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) 2023. No entanto, o termo ainda não foi publicado.

Fonte: PNE

Edital do IFRN prevê mais de mil vagas para cursos destinados a quem já concluiu o ensino médio

A Pró-Reitoria de Ensino do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (Proen/IFRN) publicou, nesta quarta-feira (26), o Edital nº 48/2022, que anuncia o processo seletivo para cursos técnicos de nível médio na modalidade subsequente. As oportunidades são para ingresso no primeiro semestre letivo de 2023.

São 1080 vagas, ofertadas por 13 campi do Instituto, destinadas a quem já concluiu o ensino médio e está em busca de uma formação profissionalizante. As vagas são divididas por listas geral e específicas (cotas) de concorrência.

Inscrições

As inscrições para o processo seletivo têm início às 14h do dia 31 de outubro e vão até as 23h59 de 21 de novembro de 2022. A ação deve ser realizada, exclusivamente, de forma on-line, na Área do Candidato do site da Fundação de Apoio ao IFRN (Funcern), realizadora do processo seletivo. Segundo o Edital nº 48/2022, no formulário de inscrição, o candidato deverá informar o número de um documento oficial de identificação e do próprio CPF.

Os candidatos poderão solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30, no período de 31 de outubro a 6 de novembro de 2022. Para isso, deve-se acessar a Área do Candidato e preencher o formulário de requerimento de isenção, informando o número do NIS.

Seleção

O processo seletivo contará com a aplicação de três provas: Língua Portuguesa (com 20 questões de múltipla escolha); Matemática (também com 20 questões de múltipla escolha); e Produção Textual Escrita. Todas as questões serão baseadas em conteúdos do ensino médio.

O cartão de inscrição para a realização da prova estará disponível a partir do dia 11 de dezembro deste ano. Nele, estarão indicados o dia e o local das provas, que serão aplicadas das 13h às 17h. O resultado final será divulgado no dia 16 de fevereiro de 2023.

Procedimentos de heteroidentificação

A autodeclaração dos candidatos como negros ou indígenas, feita no ato da inscrição do processo seletivo, será confirmada através de um procedimento de heteroidentificação. A ação será realizada por uma comissão responsável pela validação das informações apresentadas e ocorre de acordo com resolução específica, aprovada pelo Conselho Superior do Instituto (Consup/IFRN).

Conforme o Edital, a aferição de cor-etnia negra (preta ou parda) não se refere à apresentação de documentos, como Certidão de Nascimento, ou à ascendência do candidato, ou seja, quem são seus pais, avós ou bisavós. A confirmação ocorrerá, apenas, com base nas características físicas do próprio candidato.

As pessoas autodeclaradas negras deverão preencher e entregar, no momento da aferição, que vai ocorrer entre os dias 2 e 8 de fevereiro de 2023, o formulário de autodeclaração e autorização imagem, conforme os anexos VIII e IX do Edital. No local indicado, perante a Comissão Local de Heteroidentificação, o candidato autodeclarado negro deverá realizar os seguintes procedimentos:

  • Se posicionar de frente para a câmera;
  • Responder aos seguintes questionamentos: “Você confirma a sua autodeclaração como candidato negro (preto ou pardo)?”; “Você autoriza a gravação em vídeo e uso das imagens do procedimento de heteroidentificação pelo IFRN?”;
  • Mostrar o dorso de ambas as mãos para a câmera, conforme for orientado;
  • Fazer os movimentos para visualização dos perfis de seu rosto, conforme for orientado; e
  • Assinar a declaração de comparecimento.

Já o processo de aferição dos candidatos que se autodeclararem indígenas será realizado através do envio da Declaração de Pertencimento Étnico, conforme o modelo do Anexo X do Edital, no período de 28 de janeiro a 2 de fevereiro de 2023. Para segurança e integridade do procedimento, todo o processo de aferição será gravado, e as imagens permanecerão sob a guarda do IFRN.

Portal 96 FM

SINTE/RN disponibiliza consulta de valores do rateio do Fundef para beneficiários/as

A consulta individual dos valores do rateio de precatórios do Fundef para a Rede Estadual de Ensino já está disponível, a consulta foi disponibilizada aos beneficiários na noite do domingo (23/10) e o sistema foi ao ar depois que os dados oficiais foram repassados ao Sindicato pela  Procuradoria Geral do Estado.

Clik aqui e insira o seu número de CPF e confira  o valor líquido a que terá direito.

Inep divulga locais de provas do Enem 2022

Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 já podem consultar os locais das provas divulgados na Página do Participante pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), nesta segunda-feira, 24.

Diante de relatos de estudantes nas redes sociais sobre dificuldades para acessar o sistema, o Inep negou problemas e explicou que o acesso à plataforma Gov.br está intermitente em função de uma manutenção que é realizada pelo Ministério da Economia.

“Não há qualquer tipo de inconsistência na Página do Participante do Enem e, assim que o acesso ao Gov.br for normalizado, todos os participantes conseguirão conferir o cartão de confirmação de inscrição”, informou o Inep em nota.

A informação do local de prova está disponível no cartão de confirmação. Embora não seja obrigatória, a impressão do documento é recomendada pelo Inep. Além de onde o candidato fará a prova o documento traz ainda dados como idioma escolhido para a prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol), datas do exame e solicitações de atendimento especializado como, por exemplo, adaptações para pessoas com deficiência.

Enem: RN tem 3º maior crescimento de inscritos no Nordeste

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), porta de entrada para as universidades públicas e ingresso ao ensino superior, se aproxima. Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o Rio Grande do Norte registrou o terceiro maior crescimento no número de inscritos para o Enem, somando 86.422 cadastrados. No comparativo ao ano de 2021, que teve 80.427, ocorreu um aumento de 7, 45%, taxa que está acima da média nacional de 0,2 %, mas ainda menor em relação aos números registrados em edições anteriores.

O primeiro lugar no ranking de taxas de crescimento é ocupado por Sergipe. Apesar de apresentar o segundo menor total de inscritos este ano, o estado apresentou a maior taxa de crescimento com 16,86% pessoas a mais de inscrições. Em números absolutos, o estado saltou de 49.116 inscritos em 2021 para 57.396 inscritos na edição deste ano.

Mantendo a variação positiva, Alagoas saiu de 57.663 para 62.723 inscrições no Enem deste ano. Em percentual, o crescimento foi o segundo maior entre os estados nordestinos, somando 8,78%. Ainda, segundo mostram os dados do INEP, o Piauí registrou 4,31% de pessoas a mais no exame, crescendo de 79.867 para 83.308 participantes. Aumentos também foram registrados no Maranhão e Ceará que tiveram, respectivamente, 1,92% e 1,26% de inscritos a mais para a prova deste ano.

Por outro lado, três estados do Nordeste apresentaram baixa nas inscrições em relação a 2021. Liderando o grupo, está a Bahia que neste ano apresenta o maior número de cadastrados para realizar o exame. O estado, contudo, apresentou a queda mais elevada nas inscrições, com 2,76%. Na sequência, aparece Pernambuco que passou de 190.664 inscrições para 186.837, ou seja, diminuiu em 2,01%. Por último, na Paraíba, o total de inscritos reduziu 1,56%, baixando de 103.091 para 101.483 .

Tribuna do Norte