Governadora Fátima terá minoria na Assembleia Legislativa

As urnas no Rio Grande do Norte, deram vitória a governadora Fátima Bezerra (PT) logo no primeiro turno, mas também deram-lhe um grande problema para a petista.

Fátima não conseguiu fazer maioria na Assembleia Legislativa. Dos 24 deputados estaduais eleitos, somente dez declararam voto nela ao longo da campanha.

Confira como ficou o cenário:

Governistas

  • Isolda Dantas (PT)
  • Divaneide Basílio (PT)
  • Francisco do PT (PT)
  • George Soares (PV)
  • Eudiane Macedo (PV)
  • Hermano Morais (PV)
  • Ezequiel Ferreira (PSDB)
  • Kleber Fernandes (PSDB)
  • Bernardo Amorim (PSDB)

Oposição

  • José Dias (PSDB)
  • Kerginaldo Jácome (PSDB)
  • Gustavo Carvalho (PSDB)
  • Tomba Farias (PSDB)
  • Nelter Queiroz (PSDB)
  • Galeno Torquato (PSDB)
  • Wendell Largatixa (PL)
  • Coronel Azevedo (PL)
  • Terezinha Maia (PL)
  • Neilton (PL)
  • Cristiane Dantas (SD)
  • Luiz Eduardo (SD)
  • Adjuto Dias (MDB)
  • Ivanilson Oliveira (União)
  • Taveira Junior (União)

15 partidos apoiam Lula para o 2º turno; cinco aderem a Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já recebeu oficialmente o apoio de 15 dos 32 partidos políticos brasileiros. Outros cinco partidos formalizaram adesão à candidatura do presidente Jair Bolsonaro (PL) à reeleição.

Entre os partidos que apoiam Lula, estão as dez siglas que compuseram sua coligação nacional para o primeiro turno: Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB), Federação PSOL/Rede (PSOL e Rede), PSB, Solidariedade, Pros, Avante e Agir.

Além disso, PDT, Cidadania, PCB, PSTU e PCO anunciaram que estarão com o petista no segundo turno.

Bolsonaro teve já no primeiro turno uma coligação menos ampla, formada por PL, PP e Republicanos. Nos últimos dias, PSC e PTB anunciaram que também apoiam a candidatura do presidente no segundo turno.

Outros sete partidos já declararam neutralidade no pleito e liberaram seus diretórios estaduais para escolherem seus candidatos. São eles: União Brasil, MDB, PSDB, PSD, Podemos, Novo e DC.

PRTB, Patriota, PMB, PMN e UP ainda não se posicionaram oficialmente sobre a decisão de seus diretórios nacionais.

Fonte: CNN Brasil

RN registra 18% de abstenção no 1º turno

O Rio Grande do Norte registrou um percentual de 18,18% de abstenções na eleição para o cargo de governador na eleição deste ano. No total, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN), 463.569 eleitores que estavam aptos a participar do pleito optaram por não comparecer e escolher um candidato para o governo.

O número é superior ao registrado também no primeiro turno da eleição geral de 2018. Naquele ano, 17,12% do eleitorado apto a votar nas eleições majoritárias estaduais, um total de 406.098 pessoas, se absteve. Neste ano, o percentual foi menor que o registrado no país, que computou uma taxa superior a 20,9% de abstenções (mais de 32,7 milhões de eleitores).

TSE conclui a apuração de 100% das urnas: Lula 48,43% x 43,20% Bolsonaro

A apuração dos votos do primeiro turno das eleições de 2022 terminou na manhã desta terça-feira (4), com 100 % das urnas totalizadas. A conclusão ocorreu mais de 41 horas após o horário previsto para o término da votação.

Houve seções em que eleitores seguiram na fila para votar até a noite de domingo, ainda que a previsão de fechamento das urnas fosse até 17h. Por causa de filas, às 21h algumas pessoas ainda votavam em Duque de Caxias, Búzios, Belford Roxo e na capital do Rio de Janeiro (eles, que entraram no horário correto, esperaram com os portões fechados).

Amazonas foi o último estado a concluir a apuração dos votos. O atraso ocorreu devido à uma única urna que teve de ser substituída por cédulas de papel. O caso aconteceu em uma comunidade ribeirinha em Coari, no interior do estado.

Senado aprova projeto para custeio do piso da enfermagem

O Senado aprovou ontem um projeto de lei que permite que recursos públicos que foram enviados a Estados e municípios para enfrentar a pandemia de covid-19 neste ano sejam utilizados para financiar a criação do piso salarial da enfermagem. O projeto vai agora para análise do plenário da Câmara e, se aprovado, seguirá para a sanção presidencial. Até agosto, o saldo dos fundos municipais e estaduais de Saúde somava mais de R$ 32,5 bilhões.

A lei que cria o piso salarial foi aprovada pelo Congresso e sancionada por Bolsonaro em agosto. O Supremo Tribunal Federal (STF), no entanto, suspendeu o processo, por entender que a lei não apontava qual seria a fonte financeira para esses pagamentos O piso da enfermagem estabelece o valor de R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.325 para técnicos de enfermagem e R$ 2.375 para auxiliares de enfermagem e parteiras. A Confederação Nacional dos Municípios chegou a estimar o impacto financeiro do piso em cerca de R$ 10,5 bilhões para as prefeituras apenas em 2023.

Mossoró fica sem deputado federal pela primeira vez em 77 anos

Desde 1945 quando elegeu Vicente Motta Neto para a Assembleia Nacional Constituinte de 1946 que Mossoró sempre teve um deputado federal para representar a cidade na capital do Brasil.

De lá para cá vários nomes se elegeram para representar a cidade sendo Ving Rosado o mais longevo ao exercer sete mandatos consecutivos ao longo da segunda metade do Século XX.

Na eleição deste ano os principais candidatos Beto Rosado (PP) e Lawrence Amorim (SD) apesar de bem votados estavam em partidos que não atingiram o quociente eleitoral nem os 80% do QE que dariam direito a buscar uma das bagas nas sobras.

Mossoró ficará sem deputado federal pela primeira vez em 77 anos.

 Fonte: Blog do Barreto

Bolsonaro venceu em apenas um município do Rio Grande do Norte, Lula ganhou em 166 cidades

O candidato do PT à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ficou em primeiro lugar na votação em 166 das 167 cidades do Rio Grande do Norte neste primeiro turno das eleições, que ocorreu no domingo (2).

A única cidade em que o candidato do PL, o atual presidente Jair Bolsonaro, teve mais votos foi em Parnamirim, na Grande Natal.

Nos números gerais no Rio Grande do Norte, Lula venceu com 62,98% dos votos, tendo um total de 1.264.179 de votos computados. Já Bolsonaro teve 31,02%, com 622.731 votos.

Em Natal, principal colégio eleitoral do estado, Lula venceu com 50,15% (225.529 votos) contra 42,01% de Bolsonaro (188.942). Em Mossoró, segunda maior cidade, Lula teve 61,06% (88.081) contra 32,15% (46.378) de Bolsonaro.

Já em Parnamirim, Bolsonaro ganhou com 48,69%, num total de 53.530 votos, contra 43,74% de Lula, que teve 48.084 votos. (Veja aqui todos os números da eleição em Parnamirim).

Os demais candidatos não conseguiram vencer em nenhuma cidade do estado.

No Brasil, Lula foi o mais votado em todos os municípios do Ceará, da Paraíba, do Piauí e de Sergipe. Bolsonaro, por sua vez, conquistou Rondônia completamente, além do Distrito Federal. Ao todo, Lula ganhou em 3.378 cidades, e Bolsonaro em 2.192.

G1

“Eleição não terminou, vamos trazer Lula de volta à Presidência”, diz Fátima Bezerra

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), foi reeleita para o cargo nas eleições deste domingo 2. Após a vitória em primeiro turno, Fátima agradeceu aos aliados e aos eleitores.

“Minha palavra é gratidão ao povo do Rio Grande do Norte, por ter me feito governadora de novo no primeiro turno”, começou ela. “Tive uma vida pautada na honestidade e na vontade de servir ao povo. Mais uma vez o RN mostra o protagonismo das mulheres na política. Tivemos mulheres que fizeram história como Nísia Floresta e Celina Guimarães. Quebraram paradigmas e combateram o machismo. Continuamos nos inspirando no exemplo delas”, pontuou Fátima.

“Os próximos 4 anos da minha vida vou me dedicar mais ainda para que o RN possa avançar, com geração de emprego, cidadania, e mais direitos”, afirmou a governadora.

Por fim, Fátima Bezerra falou sobre o segundo turno das eleições presidenciais, que será disputado entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL).

“Faço um chamamento. A eleição não terminou, está começando. Teremos pela frente 30 dias decisivos. Vou conclamar o povo do RN para nos dedicarmos para trazer Lula de volta à Presidência”, disse a governadora.

Agora RN

Prefeito de Cerro Corá agradece o apoio dado a seus candidatos (Vídeo)

Pode ser uma imagem de 3 pessoas e texto que diz "ELEITOS! ELEGOS OS! ELC S! ELS S! Deputado tado Estadual GUSTAVO CARVALHO Rogério SENADOR"

Prefeito Novinho mostra liderança em Cerro Corá, tornando seus deputados os mais votados no município. Amigos e Amigas Cerrocoraenses, agradeço a todos vocês por acreditarem em nossa mensagem e depositarem seu voto de confiança em nossos candidatos, vamos juntos continuar trabalhando em prol da nossa População. Forte abraço a todos vocês.

  • Beto Rosado (PROGRESSISTAS): 1218 votos (18,64%)
  • Gustavo Carvalho (PSDB): 1397 votos (21,68%)
  • Rogério Marinho (PL): 2276 votos (39,04%)
  • Fabio Dantas (SD): 1.769 votos (28,39%)

Votação em Cerro Corá 2022 teve muitas surpresas

Cerro Corá (RN) definiu os votos para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual no primeiro turno das eleições 2022, realizado neste domingo (2).

Os candidatos mais votados na cidade não foram necessariamente eleitos, já que esta é uma eleição de âmbito estadual e nacional. Os números abaixo se referem apenas aos votos em Cerro Corá (RN)

Lula, do PT, foi o candidato mais votado para a Presidência da República na cidade. Para o cargo de governador do RN, Fatima Bezerra, do PT, recebeu mais votos.

Ao fim da apuração na cidade, Lula, do PT, teve 75,95% dos votos para a Presidência (5.143 votos), enquanto Jair Bolsonaro foi a escolha de 18,67% dos eleitores (1.264 votos) do município.

Para o cargo de governador, Fatima Bezerra recebeu 63,03% dos votos (3.927 votos) entre os eleitores de Cerro Corá (RN). O segundo colocado nesse cenário foi Fabio Dantas, com 28,39% (1.769 votos).

Para o Senado, Rafael Motta liderou as escolhas do município, com 2539 votos, vence quem obtiver a maior soma de votos no estado.

Beto Rosado foi o mais votado pela cidade para ocupar um cargo na Câmara dos Deputados, com 1218 votos – para se eleger, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado.

Para o cargo de deputado estadual, Gustavo Carvalho foi o mais votado pela cidade, com 1397 votos – assim como ocorre para o cargo federal, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

A eleição em Cerro Corá (RN) teve 22,21% de abstenção.

Presidente da República – votação em Cerro Corá (RN)

  • Lula (PT): 5.143 votos (75,95%)
  • Jair Bolsonaro (PL): 1.264 votos (18,67%)
  • Ciro Gomes (PDT): 209 votos (3,09%)
  • Simone Tebet (MDB): 127 votos (1,88%)
  • Soraya Thronicke (UNIÃO): 16 votos (0,24%)
  • Felipe D Avila (Novo): 5 votos (0,07%)
  • Padre Kelmon (PTB): 4 votos (0,06%)
  • Sofia Manzano (PCB): 3 votos (0,04%)
  • Léo Péricles (UP): 1 votos (0,01%)
  • Constituinte Eymael (DC): 0 votos (0,00%)
  • Vera (PSTU): 0 votos (0,00%)
  • Brancos – 1,23%
  • Nulos – 3,60%

Governador – votação em Cerro Corá (RN)

  • Fatima Bezerra (PT): 3.927 votos (63,03%)
  • Fabio Dantas (SD): 1.769 votos (28,39%)
  • Capitão Styvenson (Podemos): 477 votos (7,66%)
  • Clorisa Linhares (PMB): 47 votos (0,75%)
  • Nazareno Neris (PMN): 6 votos (0,10%)
  • Bento (PRTB): 1 votos (0,02%)
  • Danniel Morais (PSOL): 1 votos (0,02%)
  • Rodrigo Vieira (DC): 1 votos (0,02%)
  • Rosália Fernandes (PSTU): 1 votos (0,02%)
  • Brancos – 3,75%
  • Nulos – 8,70%

Senador – votação em Cerro Corá (RN)

  • Rafael Motta (PSB): 2539 votos (43,55%)
  • Rogério Marinho (PL): 2276 votos (39,04%)
  • Carlos Eduardo (PDT): 979 votos (16,79%)
  • Geraldo Pinho (PODEMOS): 15 votos (0,26%)
  • Pastor Silvestre (PMN): 8 votos (0,14%)
  • Marcos do Mlb (UNIDADE POPULAR): 5 votos (0,09%)
  • Freitas Jr. (PSOL): 4 votos (0,07%)
  • Veterinaria Shirlei Medeiros (DC): 3 votos (0,05%)
  • Dário Barbosa (PSTU): 1 votos (0,02%)
  • Marcelo Guerreiro (PRTB): 0 votos (0,00%)
  • Brancos – 4,54%
  • Nulos – 13,53%

Os 10 deputados federais mais votados em Cerro Corá (RN)

  • Beto Rosado (PROGRESSISTAS): 1218 votos (18,64%)
  • Benes Leocádio (UNIÃO BRASIL): 1126 votos (17,23%)
  • Robinson Faria (PL): 927 votos (14,19%)
  • Natália Bonavides (PT): 528 votos (8,08%)
  • Kelps (Solidariedade): 497 votos (7,61%)
  • Thabatta Pimenta (PSB): 425 votos (6,50%)
  • Zé Lins (PROGRESSISTAS): 369 votos (5,65%)
  • Jaime Calado (Republicanos): 201 votos (3,08%)
  • Mineiro (PT): 136 votos (2,08%)
  • Garibaldi Filho (MDB): 107 votos (1,64%)
  • Brancos – 4,01%
  • Nulos – 4,17%

Os 10 deputados estaduais mais votados em Cerro Corá (RN)

  • Gustavo Carvalho (PSDB): 1397 votos (21,68%)
  • Galeno Torquato (PSDB): 927 votos (14,39%)
  • Eudiane Macedo (PV): 599 votos (9,30%)
  • Nelter Queiroz (PSDB): 588 votos (9,12%)
  • Francisco do Pt (PT): 492 votos (7,64%)
  • Terezinha Maia (PL): 333 votos (5,17%)
  • Luiz Eduardo (Solidariedade): 139 votos (2,16%)
  • Ivanilson Oliveira (UNIÃO BRASIL): 132 votos (2,05%)
  • Jorge do Rosário (Avante): 104 votos (1,61%)
  • Wendel Lagartixa (PL): 92 votos (1,43%)
  • Brancos – 4,16%
  • Nulos – 5,28%
  • G1 RN