Cerro Corá continua com inverno irregular e sem acumulo de água nos reservatórios

Cerro Corá continua com inverno irregular e sem acumulo de água nos reservatórios
Redes Sociais

No Rio Grande do Norte, o volume de chuvas 8,6% acima da média esperada para os quatro primeiros meses de 2022, até esse domingo (24) tem garantido um bom inverno e trazido a esperança de boa safra e colheita na produção agrícola. Para alguns municípios potiguar, significa também segurança hídrica no abastecimento de água destes municípios, com aumento das reservas que atualmente alcançam 43,59% da sua capacidade total, dado do dia 18 de abril, divulgado pelo Igarn.

No município de Cerro Corá ainda não podemos comemorar com as chuvas devido sua irregularidade, sem contar que nossos reservatórios não acumularam nada de água, isso vem deixando a população preocupada, o principal açude do município o Pinga não tem registros de acúmulos, ele é responsável pelo abastecimento de água na zona urbana.

O sistema de monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou um volume médio no período de janeiro a abril deste ano de 466,7 milímetros (mm) em todo o estado, enquanto o esperado era de 429,8 mm. A região que mais recebeu carga d´água foi o Oeste Potiguar, com o acumulado de 560.6mm.

“Nesse final de abril e início de maio, as chuvas continuarão ocorrendo em todas as regiões, com bons índices, devido as boas condições termodinâmicas dos oceanos atlântico e pacífico”, explica o chefe do setor de meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.