CESTA BÁSICA: O DESAFIO DO BRASILEIRO DE SE ALIMENTAR BEM EM MEIO À INFLAÇÃO

CESTA BÁSICA: O DESAFIO DO BRASILEIRO DE SE ALIMENTAR BEM EM MEIO À INFLAÇÃO
Redes Sociais

O Jornal NH publicou nesta segunda-feira (23) um comparativo entre os preços de itens da cesta básica e outros alimentos consumidos no dia-a-dia do brasileiro nos anos de 2019 e 2022.

O item que teve a maior variação de preço foi o óleo de soja, chegando a um aumento de 211,98%. Um recipiente de 900ml saiu de R$ 3,17 para R$ 9,89.
Mais um alimento que teve um aumento expressivo foi a batata inglesa, que o quilo custava R$ 2,49 e chega hoje R$ 6,89.

Outros itens alimentícios listados foram o café, os ovos, o frango, a carne, o leite, entre outros que estão presentes na mesa do brasileiro.

Materiais de higiene e limpeza também tiveram alta significativa, entre os destaques temos água sanitária, sabão em barra e em pó, papel higiênico e creme dental.

De fato, fazer compras hoje se tornou um desafio. O consumidor tem que procurar promoções, diminuir os produtos que pretendia levar pra casa e tem que pechinchar sempre que possível. Viver no Brasil de hoje não é para os fracos, nunca foi, e neste cenário inflacionário, ainda mais.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.