Com 94,1% de ocupação de leitos, RN tem 14 hospitais para tratamento da covid-19 lotados

0
170

O Rio Grande do Norte registra, nesta terça-feira (2), ocupação de 94,1% de leitos críticos para tratamento da covid-19. A região Oeste é a que tem a maior taxa, com 97,6%, e a Região Metropolitana de Natal aparece com 93,4%. Os dados foram consultados às 9h30 da manhã na plataforma Regula RN.

A região Seridó é a única em que a ocupação das vagas fica abaixo dos 90%. Ao todo, a taxa é de 88,6%. O Regula RN indica que a taxa de ocupação de 80% é o limite para a retomada econômica no estado. Por isso, o governo estadual adotou medidas restritivas mais duras, como o toque de recolher, que passou a vigorar no último sábado (27).

A alta na taxa leva ao esgotamento de leitos nas unidades hospitalares que recebem os pacientes acometidos com a doença. No momento da reportagem, 14 hospitais operam com 100% capacidade. Dois hospitais de Natal estão beirando à lotação: o Hospital Colônia João Machado, com 97,1%, e o Hospital Giselda Trigueiro, 96,3%. A situação é semelhante no Hospital Telecila Freitas Fontes, em Caicó, com 93,3%, e no Hospital Maternidade Belarmina Monte, em São Gonçalo do Amarante, com 90%. Essas vagas disponíveis podem ser preenchidas a qualquer momento, já que a atualização do Regula RN é constante.

Os hospitais com 100% da ocupação são: Hospital de Campanha de Natal, Hospital Manoel Lucas de Miranda (Guamaré), Hospital Maternidade do Divino Amor (Parnamirim), Hospital Municipal Aluizio Bezerra (Santa Cruz), Hospital Rafael Fernandes (Mossoró), Hospital Regional Alfredo Mesquita (Macaíba), Hospital Regional de João Câmara, Hospital Regional Dr. Tarcísio de Vasconcelos Maia (Mossoró), Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi), Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal (Santo Antônio), Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (Assu), Hospital São Luiz (Mossoró), Hospital Universitário Onofre Lopes (Natal) e Unidade Maternidade Infantil Integrada de São Paulo do Potengi.

Dos 296 leitos críticos instalados no Rio Grande do Norte, apenas 18 estão disponíveis. Outros 268 estão ocupados e 10 estão bloqueados. Para os leitos clínicos, o estado tem 333, mas 228 estão ocupados e 23 estão bloqueados, restando apenas 82 disponíveis. A fila de pacientes para leitos críticos é de 45 em todo o estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui