Com aumento de ocupação de leitos, “Pacto Pela Vida” será retomado no RN

Com aumento de ocupação de leitos, “Pacto Pela Vida” será retomado no RN
Redes Sociais

Preocupados com o aumento da taxa de ocupação de leitos em todo o estado do Rio Grande do Norte e também o aumento de casos Covid, representantes da sociedade e o governo do Estado do Rio Grande do Norte se reuniram e escreveram uma nota conjunta com medidas preventivas importantes no combate à pandemia.

As prefeituras, os Ministérios Públicos e a Defensoria Pública têm acompanhado, nas duas últimas semanas, alterações do mapa do indicador composto evidenciando um aumento do número de casos em todo Estado. O indicador composto, parâmetro utilizado para dar cor ao mapa do RN tem mostrado o Estado mais amarelo e isso é um sinal de alerta para todos os potiguares. Além disso, está havendo, dia a dia, aumento da taxa de ocupação e do número de solicitações por leitos críticos no REGULARN.

Hoje, a plataforma Regula RN aponta 46,2% de ocupação de leitos críticos no Rio Grande do Norte. 47,6% na região metropolitana, 38,6% na região Oeste e 58,3% na região do Seridó, que a poucos dias apresentava uma ocupação abaixo dos 10%.

Diante disso, no dia 27 de outubro, reuniram-se, num momento de retomada do movimento PACTO PELA VIDA, o Governo do Estado, Prefeitos de vários municípios representados pela FEMURN, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública Estadual,  Procuradoria Geral do Estado, COSEMS e vários Secretários Municipais de Saúde, além das representantes das URSAP’s, para discutir estratégias de como fazer esse novo enfrentamento numa fase da pandemia em que é evidente que o principal ponto é o aumento da cobertura vacinal, ou seja, a aplicação da segunda dose da vacina, visto que o estado tem hoje 206.357 pessoas que não retornaram para garantir sua segunda dose.

“Esse é o ponto mais importante em nossa discussão, devido a eficácia comprovada da vacinação. Somente com a vacina que conseguiremos atingir um patamar de controle da pandemia. Além disso, é importante ressaltar a importância do Passaporte Vacinal para acesso a ambientes e aglomerações que será a garantia de que as pessoas estejam vacinadas.”, afirma Lyane Ramalho, secretária adjunta da SESAP.

A nota convoca e reforça:  A importância da manutenção dos protocolos sanitários; A importância da completude do esquema vacinal nessa luta pela vida! Venha nesses próximos dias participar efetivamente desse pacto e, assim, fazer com que nosso Estado possa avançar o mais rápido possível para uma vida cada vez mais próxima do normal.

Confira a nota na íntegra:

INFORMAÇÃO À SOCIEDADE QUANTO À PANDEMIA DA COVID-19 E MEDIDAS PREVENTIVAS ADOTADAS EM PROL DE MANTÊ-LA SOB CONTROLE NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

No dia 07/10/2021, foi anunciado que o principal hospital de referência do Estado, o Hospital Giselda Trigueiro (HGT) estava há 30 (trinta) dias sem óbitos por COVID-19.

Foi um dia de muita emoção para toda a sociedade norte-rio-grandense, pois foi o marco de um novo momento no nosso Estado, momento em que pudemos enxergar a “vida de volta”, com possibilidade de empregos, da volta à escola, de retomada da economia.

Os níveis de imunização do Estado naquele momento atingiam coberturas satisfatórias. A vacina mostrava seu potencial de proteção e de trazer a perspectiva da tão sonhada normalidade de volta. Porém, a doença não tinha ido embora. Ainda existiam pessoas adoecendo, pessoas se contaminando, realidade essa comprovada pelo monitoramento apresentado pela SESAP que identificou, naquele momento, que, dos 164 pacientes internados, 108 eram não vacinados. Ou seja, mostrou que 64% das internações deste período foram de pessoas não idosas e que não estavam vacinadas, o que mais do que nunca demonstrou a importância da imunização.

A SESAP, as prefeituras, os Ministérios Públicos e a Defensoria Pública têm acompanhado, nas duas últimas semanas, alterações do mapa do indicador composto evidenciando um aumento do número de casos em todo Estado. O indicador composto, parâmetro utilizado para dar cor ao mapa do RN tem mostrado o Estado mais amarelo e isso é um sinal de alerta para todos os potiguares. Além disso, está havendo, dia a dia, aumento da taxa de ocupação e do número de solicitações por leitos críticos no REGULARN.

Diante disso, nesse dia 27 de outubro, reuniram-se, num momento de retomada do movimento PACTO PELA VIDA, o Governo do Estado, Prefeitos de vários municípios representados pela FEMURN, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública Estadual,  Procuradoria Geral do Estado, COSEMS e vários Secretários Municipais de Saúde, além das representantes das URSAP’s, para discutir estratégias de como fazer esse novo enfrentamento numa fase da pandemia em que o PROBLEMA principal é aumentar a COBERTURA VACINAL, principalmente a da SEGUNDA DOSE DA VACINA, bem como ressaltar a importância do PASSAPORTE VACINAL para acesso a ambientes de aglomerações.

No RN, segundo a plataforma RNMAISVACINAS, temos mais de 200 mil pessoas que não voltaram para fazer a sua segunda dose e é PROVADO QUE O

AUMENTO DO NÚMERO DE INTERNAÇÕES E OCORRÊNCIA DE ÓBITOS ESTÃO RELACIONADOS, EM BOA PARTE DOS CASOS, À AUSÊNCIA DE IMUNIZAÇÃO OU DE COMPLETUDE DO ESQUEMA VACINAL OU DE AUSÊNCIA DA 3ª DOSE DE REFORÇO.

Assim, ESSE PACTO estabelecido no dia 27 de outubro, por esses vários entes e que se inicia AGORA é um pacto que precisará contar com a colaboração de toda a

sociedade, visto ser a COVID-19 um problema coletivo, sendo sua solução, então, um problema SEU, MEU, NOSSO.

Para todo cidadão Potiguar, as instituições que subscrevem essa nota fazem a convocação e reforçam: A importância da manutenção dos protocolos sanitários; A importância da completude do esquema vacinal nessa luta pela vida! Venha nesses próximos dias participar efetivamente desse pacto e, assim, fazer com que nosso Estado possa avançar o mais rápido possível para uma vida cada vez mais próxima do normal.

Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte

Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte

Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte

Ministério Público do Rio Grande do Norte

Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte

Procuradoria da Republica no Rio Grande do Norte

Defensoria Pública do Rio Grande do Norte


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *