Com pandemia, nascimentos caem 24% nos primeiros dois meses de 2021

Com pandemia, nascimentos caem 24% nos primeiros dois meses de 2021
Redes Sociais

A quantidade de nascimentos caiu 24% nos primeiros dois meses de 2021 no país, mostram dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda ocorre cerca de nove meses após o início da crise econômica e sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus.

Em janeiro e fevereiro deste ano, cartórios do Brasil registraram pouco mais de 336,7 mil nascimentos. Esse é o registro mais baixo para os dois meses juntos desde ao menos 2003, início da série histórica do IBGE. No ano passado, foram registrados 443,3 mil novos brasileiros nesse mesmo período. Devido ao tempo gestacional (cerca de nove meses, em gestações sem complicações), a maior parte das crianças que nasceram em 2020 é fruto de relacionamentos de 2019.

O Metrópoles usou dados da Arpen Brasil referentes aos anos de 2021 e 2020 e da pesquisa estatística do Registro Civil do IBGE, que traz informações de 2003 a 2019. A fonte dos números é a mesma: cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *