Complexo Eólico Ventos de Santo Apolônio será apresentado em Audiência Pública nesta terça-feira dia (13) em Bodó/RN

Redes Sociais


O projeto está previsto para ser implantado em território dos municípios de Fernando Pedroza, Santana do Matos, Bodó e Cerro Corá no Estado do Rio Grande do Norte. O IDEMA – Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente é o órgão concessor da licença ambiental no estado, além de responsável pela condução do evento.

Com o objetivo de ampliar o protagonismo potiguar no cenário da geração de energia elétrica renovável e limpa, produzida pela força dos ventos, a empresa Ventos de Santo Apolônio Energias Renováveis SA, vai apresentar o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) no dia 13 de setembro de 2022, às 14h, no Ginásio Poliesportivo o Carequinha, Rua 26 de junho, Centro, município de Bodó – RN.

O estudo referente à construção do Complexo Eólico Ventos de Santo Apolônio objetiva a geração de energia elétrica de fonte eólica (a partir dos ventos), por meio de 192 aerogeradores distribuídos em 16 Parques Eólicos, compostos por 12 aerogeradores cada. A potência total prevista para o Complexo Eólico será de 1.190,40 Megawatts (MW).

A Audiência Pública tem como meta expor aos interessados e populações impactadas o conteúdo do estudo ambiental, sanar dúvidas e recolher dos presentes as críticas e as sugestões sobre o estudo ambiental elaborado. Ela é peça fundamental para todo processo de licenciamento ambiental, tão importante que normalmente é chamada de “fase embrionária” do projeto. Trata-se de reunião pública, transparente e com ampla discussão, que objetiva a comunicação entres os vários setores da sociedade e as autoridades públicas.

O evento em questão será realizado na modalidade presencial e aberto ao público em geral.

Ao todo, existem 7 comunidades rurais na Área de Influência Direta do empreendimento, localizadas nos territórios dos municípios de Bodó, Cerro Corá, Santana do Matos e Fernando Pedroza, sendo elas: Projeto de Assentamento Jatuarana, Comunidade Remanescente Quilombola de Macambira, Projeto de Assentamento Serrano, Distrito de São José da Passagem, Tapuia, Santa Maria I e Santa Maria II. As comunidades citadas receberão serviço gratuito de transporte para garantir aos interessados o acesso à Audiência Pública.

A condução do evento será realizada pelo IDEMA, com participação da empresa Maron Ambiental, responsáveis pela elaboração e apresentação do estudo ambiental, além da presença do empreendedor, na figura da equipe da Casa dos Ventos.

Para ter acesso ao estudo, basta clicar no link: https://sistemas.idema.rn.gov.br/servicos/rima.php . As prefeituras dos municípios envolvidos também receberam cópia do Relatório de Impacto Ambiental, que é um resumo do estudo, em linguagem acessível. O documento é de domínio público.


Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.