Confira dicas para prevenir acidentes com eletricidade durante festejos juninos

Confira dicas para prevenir acidentes com eletricidade durante festejos juninos
Redes Sociais

Sem festejos presenciais há dois anos, a tradição nordestina de celebrar Santo Antônio (13), São João (23) e São Pedro (29) está de volta. Com isso, a Neoenergia Cosern reforça as orientações de segurança com energia elétrica para prevenir acidentes em residências ou nas ruas.

De acordo com a companhia, nas áreas externas as decorações, como bandeirolas, e enfeites, devem ser produzidas com materiais que não conduzem eletricidade. Além disso, a recomendação é que a decoração não esteja instalado próximos da fiação elétrica. A Companhia reforça a importância de brigar com fogos de artifícios, comuns durante esse período, longe da rede elétrica.

“Os artefatos só devem ser manuseados por adultos e utilizados em locais distantes da fiação, afastados também de bandeirinhas de papel e de outros materiais inflamáveis”, reforça a Neoenergia Cosern.

Já no interior das residências, a recomendação é evitar extensões ou benjamins (o popular “T”) e, em caso de necessidade de expansão de uma ou mais tomadas, utilizar filtros de linha. A Neoenergia Cosern também reforça a importância de respeitar os pontos de contato com a energia.

“Bocais de lâmpadas, por exemplo, não devem ser utilizados como suporte para pendurar enfeites juninos pois, além de choques, essa prática pode provocar incêndios”, aponta a Companhia.

Confira as dicas da Neoenergia para os festejos juninos com segurança:

Em áreas externas:

  • Tenha o cuidado com a decoração. Enfeites de ruas e praças com as típicas bandeirolas, faixas e outros adereços devem ser produzidos com materiais não condutores de eletricidade e não podem ser afixados próximos da fiação elétrica. Jamais devem ser amarrados aos postes da distribuidora ou mesmo aos fios condutores de eletricidade.
  • Tenha atenção redobrada com a montagem e fixação dos chamados “cordões de luzes” que enfeitam as ruas nesta época do ano. Eles só devem ser feitos com autorização das prefeituras e com material que não ofereça risco de choque elétrico, além de uma distância de pelos menos 2,5 metros da rede elétrica.
  • Em muitos lugares, acender fogueiras e soltar fogos estão proibidos por decretos estaduais e municipais. Por isso, é importante se informar antes planejar as comemorações.
  • Sempre mantenha distância da rede elétrica e, caso vá soltar fogos de artifício, nunca faça isso em direção aos postes e condutores de energia. Os artefatos só devem ser manuseados por adultos e utilizados em locais distantes da fiação, afastados também de bandeirinhas de papel e de outros materiais inflamáveis.
  • No caso das fogueiras, elas só devem ser acesas distante de postes, uma vez que o calor das chamas pode superaquecer a rede e provocar o rompimento da fiação.
  • Em caso de fio partido, não se aproxime e telefone imediatamente para a Neoenergia Cosern (116).
  • Não solte balões. Além de ser crime, trata-se de uma brincadeira de alto risco, especialmente se o balão entrar em contato com um fio energizado ou cair dentro de uma subestação. Nesse último caso, pode haver risco de explosões.
  • Não faça ligações clandestinas de energia para iluminar barraquinhas que comercializam comidas típicas e fogos de artifício. Além de sobrecarregar o sistema, elas representam risco de curto-circuito, acidentes graves e é crime previsto no Código Penal Brasileiro.

Dentro das residências:

  • Ao decorar a sua casa com algum enfeite junino que use energia elétrica, evite extensões e benjamins (o popular “T”). O mais seguro são os “filtros de linha”;
  • Respeite os pontos de contato com a energia. Bocais de lâmpadas, por exemplo, não devem ser utilizados como suporte para pendurar enfeites juninos pois, além de choques, essa prática pode provocar incêndios.
  • Nunca manuseie aparelhos de som, freezers ou geladeiras com o corpo molhado.

Gilberto Silva


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.