Conheça o Plano Regional de Contingência para o Enfrentamento da Infecção Humana pelo novo Coronavírus na região do Seridó

0
151

Na última quinta-feira (16) durante entrevista na sede da 4ª Regional de Saúde do Serido foi lançado o Plano Regional de Contingencia para o enfrentamento da Infecção Humana pelo novo Coronavírus para o Seridó.
O Plano foi lançado pelo Comitê de Enfrentamento a Covid, que é formado por representantes da própria 4ª Ursap, Hospitais Regionais de Caicó e de Currais Novos, CIR, COSEMS, UERN, UFRN, Secretarias Municipais de Saúde e dos órgãos de Controle Social.
O plano é dividido em três etapas: Inação, Mitigação e Supressão. Por sinal a fase em que se encontra o Seridó e todo o Rio Grande do Norte é a Mitigação.
Inação: O estado não realiza nenhuma ação para conter o contágio do vírus, esperando que ele afete toda a população, gerando imunidade coletiva.
Mitigação: São realizadas ações com intuito de aliviar a propagação do vírus. Aceita-se que não conseguiremos detê-lo e realizamos ações para evitar ao máximo casos de contágio que fariam colapsar o sistema público de saúde. Supressão: Tentativa de romper as cadeias de transmissão, buscando efetivamente deter a epidemia e reduzir os casos ao menor número possível.
A fase de Mitigação também é equivalente ao Nível 4 da pandemia, que é o nível em que nos encontramos e o Hospital Regional do Seridó passa a ser referência para internações de COVID; o Hospital do Seridó para internações clínicas de pacientes com outras etiologias e Hospital Regional Mariano Coelho para pacientes que necessitem de UTI e não estejam acometidos por COVID-19 e para gestantes em trabalho de parto com suspeita ou confirmação de COVID-19. Dimensionamento de leitos hospitalares no Seridó.
No Nível 4 a região do Seridó conta, de acordo com o Plano de Contingencia com 85 leitos,
distribuídos da seguinte forma:

Hospital Regional do Seridó: 60 leitos sem ventilação mecânica e 20 leitos com ventilação mecânica. Hospital Regional Mariano Coelho: 04 leitos sem ventilação mecânica e 01 leito com ventilação mecânica. Se a região migrar para o Nível 5 essa oferta de leitos hospitalares passa a ser de 220, distribuídos da seguinte forma:

Hospital Regional do Seridó: 45 leitos sem ventilação mecânica e 45 leitos com ventilação mecânica. Escola Multicampi de ciência Médicas e Liga: 28 sem ventilação mecânica e 14 com ventilação mecânica Hospital Regional Mariano Coelho: 15 leitos sem ventilação mecânica e 01 leito com ventilação mecânica. Hospitais de pequeno porte na região: 72 leitos sem ventilação mecânica. Hospitais de pequeno porte serão usados, caso necessários Se o nível 5 for atingido na região do Seridó, 72 leitos de hospitais de pequenos portes serão utilizados para reforçar o atendimento de supostas vítimas da Covid-19. A distribuição será seguinte:

Hospitais de pequeno porte serão usados, caso necessários Se o nível 5 for atingido na região do Seridó, 72 leitos de hospitais de pequenos portes serão utilizados para reforçar o atendimento de supostas vítimas da Covid-19. A distribuição será seguinte:

Organização da Rede SUS, região Seridó, para atendimento aos pacientes com infecção por COVID-19

Organização da rede SUS, região Seridó, nas áreas de Clínica Médica, Cirurgia, Obstetrícia, Pediatria, Terapia Intensiva e Traumatologia, durante o período de enfrentamento da pandemia por COVID 19.

Fonte: Marcos Dantas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui