DEPUTADOS APROVAM PROJETO DE TETO DO ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS; TEXTO SEGUE PARA SANÇÃO PRESIDENCIAL

DEPUTADOS APROVAM PROJETO DE TETO DO ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS; TEXTO SEGUE PARA SANÇÃO PRESIDENCIAL
Redes Sociais

A Câmara dos Deputados aprovou por 307 votos a favor e 1 contra, o projeto de lei que estabelece um teto para o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis. Já aprovado no Senado, agora, o texto segue para sanção ou veto do presidente da República. Essa foi a terceira vez que a Câmara votou a medida.

A primeira votação foi antes de ir ao Senado, enquanto a segunda ocorreu na noite de terça, 14, mas devido problemas técnicos no painel de votação, foi necessário anular a análise e realizar uma nova sessão com a normalização do sistema eletrônico.

Inicialmente, só haviam ficado para votar sugestões de mudanças ao texto, contudo, foi defendido pela Mesa Diretora a nova votação para garantir a transparência dos votos no painel e nos registros públicos.

Alguns destaques apresentados pelos partidos foram retirados de pauta ou rejeitados pelo plenário. Mesmo com os parlamentares do PT contra, foi mantido o trecho do projeto que alterava a referência do total para compensação dos estados, que prevê que a queda de arrecadação será calculada com base apenas nos itens e serviços que serão impactados com a redução do ICMS. A emenda buscava fazer com que o ressarcimento fosse feito com base na perda global do imposto.

Contudo, após acordo com a oposição, foi incluída na proposta do relator, deputado Elmar Nascimento (União/BA), a medida que busca proteger e garantir os mínimos constitucionais à saúde, educação e ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Com informações da CNN


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.