Em Cerro Corá restaurante popular passou a ser refugio, quentinhas são disputadas

Em Cerro Corá restaurante popular passou a ser refugio, quentinhas são disputadas
Redes Sociais

O Ofício Circular publicado pelo Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN), que determinou que as empresas contratadas para o fornecimento de Serviços ao Programa Restaurante Popular adotassem medidas urgentes para o cumprimento das normas constantes no decreto estadual nº 29.512, de 13 de março de 2020 que trata sobre o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

As medidas estabelecem o fornecimento das refeições em quentinhas, uso de talheres descartáveis, caíram como uma benção para muitas famílias que frequentam e para as que por questão de vergonha não frequentavam os 56 restaurantes populares nos municípios do estado.

Em Cerro Corá são servidas diariamente 360 refeições, quando eram servidas no local tudo se dava na maior tranquilidade, com a praticidade e a chegada da quentinha, a disputa aumentou, sem contar que uma pessoa pode levar para casa até duas, e a equipe do restaurante não tem como evitar que as famílias se beneficie.

Os funcionários das industrias têxtil do município que geralmente frequentam o restaurante se viram prejudicados esses dias, das três existentes no município, duas suspenderam as atividades em virtude do novo coronavírus (Covid-19), apenas uma continua funcionando, e os servidores saem as 11h00, neste período já tem sido consumido quase todas as quentinhas, e muitos ficam sem terem como usufruir.

Em contato com a equipe do restaurante, fomos informados que ouve uma expansão no horário, mais não na quantidade de refeições, as pessoas estão chegando e fazendo fila as 09h00 e somente às 10h40 inicia-se a distribuição das quentinhas, não existe escolha de pessoas, já que estão na fila e pagam pela alimentação igual a todos.

Se as outras empresas voltarem ainda neste período de quentinhas, vai ser o maior alvoroço, ainda bem que nossa população de rua é quase insistente, pois agora eles tem direito e gratuito.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.