Festas de Sant’Ana do interior do RN serão patrimônios culturais imateriais

Festas de Sant’Ana do interior do RN serão patrimônios culturais imateriais
Redes Sociais

As Festas de Sant’Ana, das cidades de Currais Novos, Caicó e Santana do Matos, serão consideradas patrimônios culturais imateriais do Rio Grande do Norte. De autoria do deputado estadual Ubaldo Fernandes (PSDB), o Projeto de Lei 354/2019 foi aprovado, por unanimidade, na sessão plenária desta terça-feira (14), e agora segue para sanção do governo do Estado.

Em 2010, a Festa de Sant’Ana de Caicó foi reconhecida como patrimônio cultural do Brasil. O evento tem os primeiros registros datados de 26 de julho de 1748. Ela foi considerada como “profundamente enraizada na história da cidade, em particular, e do sertão potiguar, em geral” para entrar no Livro de Registro das Celebrações do Iphan.

As manifestações culturais, de acordo com o Iphan, remontam à formação da cidade no século XVIII. Os ritos litúrgicos também se entrelaçam com outras atividades e contribuem para a construção das identidades caicoense, em particular, e seridoense, em geral. A culinária sertaneja, o artesanato, os bordados, a música são exemplos de formas de expressão do sertão potiguar desenvolvidas durante a festa.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.