Geoparque ganha divulgação nacional e fortalecimento

Redes Sociais


Cresce a mobilização para divulgar nacionalmente o Geoparque Seridó. A unidade, reconhecida de relevância mundial pela Unesco em abril passado, estará em TV aberta através de um documentário que será exibido em breve no programa Periscópio da TV Cultura.

Já em Natal, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia vai patrocinar o VII GEO Políticas: Geoparque Aspirante Seridó que acontecerá de 29 a 31 de agosto.

O geoparque é gerido por um consórcio intermunicipal envolvendo as seis prefeituras das cidades abrangidas e fica distante cerca de 180 quilômetros de Natal.Para ter acesso a ele a partir da capital potiguar, os visitantes podem seguir pela BR-104 e BR-226 até a cidade de Currais Novos. Do município, é possível usar várias outras rodovias, como a BR-427, RN-041, RN-042, RN-086, RN-087, RN-203 e RN-288, para ter acessos aos demais municípios.

De acordo com o professor Marcos Nascimento, coordenador científico do geoparque Seridó, o trabalho de desenvolvimento do geoparque começou há cerca de 12 anos, a partir da identificação das riquezas naturais da região, como as formações geológicas. A área abrange os municípios de Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas.

O geoparque conta com 21 geossítios de importância geológica e social no Seridó potiguar e que podem ser visitados. São eles:

  • Serra Verde
  • Cruzeiro de Cerro Corá
  • Nascente do Rio Potengi
  • Vale Vulcânico
  • Mirante de Santa Rita
  • Tanque dos Poscianos
  • Lagoa do Santo
  • Pico do Tororó
  • Morro do Cruzeiro
  • Mina Brejuí
  • Cânions dos Apertados
  • Açude Gargalheiras
  • Poço do Arroz
  • Cruzeiro de Acari
  • Marmitas do Rio Caraúba
  • Serra da Rajada
  • Monte do Galo
  • Xiquexique (sítio arqueológico)
  • Cachoeira dos Fundões
  • Açude Boqueirão
  • Mirador

DJ Aildo


Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.