Governo assina acordo para produção de energia no mar, hidrogênio verde e amônia

Governo assina acordo para produção de energia no mar, hidrogênio verde e amônia
Redes Sociais

O Governo do RN assinou Memorando de Entendimento entre com a Empresa Enterprize Energy PTE LTD para ações de cooperação e intercâmbio técnico, econômico e ambiental para a implementação de parques eólicos offshore (no mar) e produção de hidrogênio e amônia verde. O ato aconteceu nesta terça-feira, 10, de forma presencial e virtual na sede da governadoria.

“Assinamos o termo de compromisso porque sei da qualificação da empresa que está lidando com um governo sério e honesto. Governo que tem compromisso com o desenvolvimento social e econômico sustentável. O RN tem as melhores condições no país para a produção de energia eólica, inclusive offshore”, afirmou a governadora professora Fátima Bezerra.

Fátima ressaltou o potencial para produção de energia renovável do RN. “Não é à toa que somos o maior produtor de energia eólica do Brasil. E temos boas perspectivas para avançar ainda mais. No último leilão para novas usinas, o RN ficou em primeiro lugar. Aprovou quase três vezes mais projetos que o segundo colocado – o estado mais rico do país, São Paulo. Isso mostra que o RN tem feito seu papel: respeito aos investidores, segurança jurídica, celeridade no licenciamento ambiental, adequação das políticas fiscais e tributárias de incentivo, oferecendo ambiente seguro e atrativo aos investimentos”.

A Enterprize Energy desenvolve projetos para atrair investidores. Tem projetos executados no Reino Unido, Singapura, Taiwan e Vietnã. Ian Hatton, principal executivo do grupo, disse que já tem equipe pronta para projetos no Brasil e que o RN tem as melhores condições para produção de energia eólica no mar. A partir das instalações eólicas, os estudos apontam para a produção de água dessalinizada, hidrogênio e amônia verde que podem ser utilizados na indústria química, de fertilizantes e combustíveis.

“O RN é lugar excepcional para projetos que podem gerar mais de 2 gigawatts. Tem boas condições geográficas, de produção e armazenamento no mar e em terra, e pode vir a se estabelecer como centro de produção de distribuição de hidrogênio verde”, afirmou Ian Hatton. Ele informou que “desde 2016 desenvolvemos projetos em Taiwan, na China, e no próximo ano serão iniciadas obras de construção para produção de mais de 1 gigawatts. No Vietnã vai chegar a 5 gigawatts de energia com produção de hidrogênio verde. A engenharia aplicada lá será aproveitada no RN e isto significa a aceleração de projetos”.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado, informou que o RN tem mão de obra qualificada nos níveis médio, superior e pós-graduação por universidades públicas. O Estado, em parceria com o Instituto Senar de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) está elaborando o atlas solar e eólico. “Até abril próximo o atlas estará pronto e será válido por dez anos. Também temos 14 das maiores empresas eólicas do mundo operando e obtendo lucro. E temos o apoio do governo da professora Fátima Bezerra, o que é atestado pela presença dela aqui. Um governo do diálogo, que quer a geração emprego e renda com respeito ao meio ambiente”. O hidrogênio verde ganha relevância como combustível diante da degradação climática provocada pelo alto consumo de combustíveis fósseis como petróleo e carvão.

Fátima Bezerra solicitou que as empresas que vierem atuar no RN através da Enterprize instalem sedes ou escritórios administrativos aqui. Acompanharam a governadora os secretários de Estado, Jaime Calado (SEDEC), adjunto da Infraestrutura (SIN), Haroldo Azevedo Filho, presidente da Potigás, Larissa Dantas, coordenador de desenvolvimento energético da SEDEC, Hugo Fonseca, subsecretária do Gabinete Civil, Laíssa Costa. Pela Enterprize Energy, Megan Hatton – Gerente responsável pela América Latina, Edward Chen – Diretor Técnico, James Blanchard – Diretor para Estudos de Meio Ambiente, Steve Plamer – Diretor de Construção, Karina Lo – Gerente responsável por relacionamentos institucionais, Ernani Eykyn Barbosa – Assessor Sênior do Grupo para o Brasil. Também o representante do governo do Reino Unido, Renato Cordeiro.

Fotos: Elisa Elsie/Assecom


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *