Governo do RN realiza aula inaugural do Programa Gente do Campo para 125 técnicos

Governo do RN realiza aula inaugural do Programa Gente do Campo para 125 técnicos
Redes Sociais

O Governo do Rio Grande do Norte realizou nesta quinta-feira (14), no auditório da Escola de Governo do RN, Centro Administrativo em Natal, a aula inaugural do Programa Gente do Campo.

Promovido pela Emater-RN, Secretaria do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) e Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern), o Programa selecionou 125 técnicos, majoritariamente integrantes do grupo de agricultores familiares, sendo 81 vagas de nível médio e 44 vagas de nível superior.

Também participarão do processo de formação do Gente do Campo 35 servidores da Emater, selecionados por meio de edital próprio. Os aprovados serão contemplados com bolsas de 48 e 24 meses, respectivamente, para os cursos de Tecnólogo em Agroecologia (graduação), e de Especialista em Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar – lato sensu.

Para ministrar a aula inaugural, foi convidado o professor Sérgio Schneider, titular nos Programas de Pós-Graduação em Sociologia e Desenvolvimento Rural na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Ele falou sobre “O papel da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) na construção de sistemas agroalimentares sustentáveis”. Após a aula inaugural, foi realizada uma solenidade com a presença da governadora Fátima Bezerra, do secretário titular da Sedraf, Alexandre Lima, do diretor-geral da Emater, Cesar Oliveira, como também da reitora da Uern, Cicília Maia. Também participou, representando a Assembleia Legislativa, a deputada estadual, Isolda Dantas, a secretária adjunta da Secretaria de Estado da Educação, Márcia Gurgel, e lideranças dos movimentos sociais relacionados à agricultura familiar.

“Esse momento tão especial revela a alma e a sensibilidade de um governo, que possui um olhar de muito cuidado para a formação e a educação. Foram 125 selecionados de um total de 1500 inscritos. Cuidem muito bem dessa oportunidade”, disse a governadora Fátima Bezerra aos educandos-bolsistas que participaram da aula inaugural.

A governadora lembrou que essa iniciativa se torna ainda mais especial diante dos vários cortes na área da educação em nível federal. “As estatísticas mostram que a cada 19 jovens da zona rural, apenas um ingressa na universidade”, revelou a governadora.

Diretor-geral da Emater-RN, Cesar Oliveira destacou que o Programa Gente do Campo foi criado com objetivo claro de permitir que, prioritariamente, jovens e adultos que integram unidades familiares do campo possam ter acesso ao ensino superior ou à pós-graduação.

“Nos estabelecimentos agropecuários, 45% das pessoas ainda não sabem ler ou escrever. A escolarização ainda é algo muito distante”, disse Cesar Oliveira. Com essa qualificação, os filhos ou netos dos agricultores poderão pensar em suceder os familiares na administração das unidades, como também poderão ser assessores de sindicatos rurais, ONGs, secretarias municipais ou de algum órgão governamental, como a própria Emater, via concurso público.

Técnica em agroecologia e quilombola da comunidade Grosso, no município de Bom Jesus, Danniele dos Santos foi selecionada pelo programa e falou em nome dos educandos-bolsistas. “Sou filha de agricultores familiares, consegui fazer o curso técnico em agroecologia e a minha irmã é técnica em agropecuária. Agradeço, em nome de todos, por essa oportunidade. No meu caso, ainda mais por ser negra e mulher.”

Programa Gente do Campo 

A iniciativa é parte de um convênio de cooperação técnica e científica entre a Emater-RN, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) e Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande Do Norte (Funcitern), com interveniência da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf).

Trata-se de um programa de formação e qualificação profissional, baseado na pedagogia da alternância e na metodologia científica da pesquisa-ação, que se dará no cotidiano das ações e experiências da Emater-RN, em parceria com a UERN. Os investimentos somam R$ 10.278.380,00 (recursos do Governo do Estado). As aulas do curso superior de Agroecologia estão programadas para iniciar no dia 25 de outubro.

FOTOS: SANDRO MENEZES – ASSECOM/RN


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *