Governo federal apura vazamento de 100 milhões de celulares, inclusive o de Bolsonaro

Governo federal apura vazamento de 100 milhões de celulares, inclusive o de Bolsonaro
Redes Sociais

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) anunciou, nesta quinta-feira (11/2), em nota, que apura tecnicamente as informações sobre o incidente envolvendo o vazamento de dados pessoais.

Revelado pelo site NeoFeed, um novo vazamento na internet teria exposto mais de 100 milhões de contas de celular (inclusive do presidente Jair Bolsonaro) em fevereiro, segundo o dfndr lab, da empresa de cibersegurança PSafe.

“A ANPD está tomando todas as providências cabíveis. A autoridade oficiou outros órgãos, como a Polícia Federal, a empresa que noticiou o fato e as empresas envolvidas, para investigar e auxiliar na apuração e na adoção de medidas de contenção e de mitigação de riscos relacionados aos dados pessoais dos possíveis afetados”, veiculou o órgão, em nota.

O comunicado divulgado esclarece ainda que “a ANPD atuará de forma diligente em relação a eventuais violações à Lei 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD), e promoverá, com os demais órgãos competentes, a responsabilização e a punição dos envolvidos”.

Órgão da administração pública federal criado em meio à aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, a ANPD é responsável por zelar pela segurança dessas informações e por implementar e fiscalizar o cumprimento da LGPD no Brasil.

Metrópoles


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *