Governo Federal vai investir na construção da Cidade da Moda para apoiar produtores têxteis do Seridó, no Rio Grande do Norte

Governo Federal vai investir na construção da Cidade da Moda para apoiar produtores têxteis do Seridó, no Rio Grande do Norte
Redes Sociais

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai investir R$ 19 milhões para a construção e a implantação da Cidade da Moda, localizada em Acari, no Rio Grande do Norte. Nesta sexta-feira (18), o ministro Rogério Marinho assinou a ordem de serviço para o início das obras. O empreendimento, que integra a Estratégia Rotas de Integração Nacional, tem como objetivo fortalecer os arranjos produtivos têxteis na região do Seridó, que se destaca pelas confecções de roupas, tecelagens e vendas de produtos do setor.

Os recursos investidos pelo Governo Federal serão usados na construção de dez galpões industriais, um centro de convenções, uma praça de convivência, lojas e salas de capacitação. A previsão é que possam ser gerados 4 mil empregos diretos e indiretos em Acari e municípios próximos.

 

“A Cidade da Moda é um referencial e um marco. É um momento em que nós não apenas vamos construir galpões, mas também transformar sonhos em realidade. Este empreendimento vai permitir que a riqueza e as oportunidades circulem na região do Seridó”, destacou o ministro Rogério Marinho.

Até agora, já foram repassados R$ 3,15 milhões para a construção da Cidade da Moda. O restante dos valores será transferido quando as obras físicas alcançarem 90% de execução. A estrutura será uma das unidades produtivas inseridas no âmbito do Polo da Moda do Seridó, que integra a Rota da Moda. O Polo foi oficialmente reconhecido pelo MDR em fevereiro deste ano.

João Batista de Medeiros é empreendedor têxtil em Acari e tem uma confecção que gera 110 empregos na cidade. Para ele, a Cidade da Moda vai possibilitar a transformação do Seridó de fornecedor de mão de obra em um polo de referência no setor.

“Hoje, vendemos o trabalho, a mão de obra para as grandes âncoras. Com este projeto, vamos passar a produzir marcas próprias e a desenvolver uma cadeia de vendas aqui na região do Seridó. É o investimento de um impacto muito grande e que vai trazer grandes benefícios para a nossa região”, comemorou.

Já a costureira Simária Maria acredita que a Cidade da Moda vai ser uma ferramenta de transformação da realidade em Acari. “É uma oportunidade para a cidade inteira. A nossa cidade era parada, não tinha empregos. E, agora, a gente tem várias oportunidades. Isso é muito bom e as pessoas estão felizes”, afirmou.

Rotas

As Rotas de Integração Nacional são redes de arranjos produtivos locais associadas a cadeias produtivas estratégicas capazes de promover a inclusão produtiva e o desenvolvimento sustentável das regiões brasileiras priorizadas pela Política Nacional de Desenvolvimento Regional – PNDR. Buscam promover a coordenação de ações públicas e privadas em polos selecionados, mediante o compartilhamento de informações e o aproveitamento de sinergias coletivas a fim de propiciar a inovação, a diferenciação, a competitividade e a sustentabilidade dos empreendimentos associados, contribuindo, assim, para a inclusão produtiva, inovação e o desenvolvimento regional.

Atualmente, há 11 Rotas reconhecidas: do Açaí, da Biodiversidade, do Cacau, do Cordeiro, da Economia Circular, da Fruticultura, do Leite, do Mel, da Moda, do Pescado e da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).
Fonte: Brasil 61


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.