Justiça arquiva caso do triplex contra Lula

Justiça arquiva caso do triplex contra Lula
Redes Sociais

A Justiça do Distrito Federal arquivou o caso do tríplex do Guarujá (SP) contra o ex-presidente Lula (PT).

A decisão da juíza Pollyanna Alves,da 12ª Cara Federal Criminal de Brasília, foi proferida nesta quinta-feira (27) depois de o MPF se manifestar pelo arquivamento. O órgão solicitou o arquivamento em dezembro de 2021.

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se fosse condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser colocada em prática.

A juíza cita também a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que julgou o ex-juiz Segio Moro parcial no processo contra Lula. Com a anulação, o caso teria que recomeçar do zero para ser julgado.

As ações contra Lula eram de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva para a reforma do tríplex no Guarujá (SP).

O caso do tríplex foi o que levou a 1ª sentença do petista na Lava Jato e a que o levou à prisão por 580 dias, afastando o ex-presidente das eleições de 2018 após ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Além de Lula, o caso também foi arquivado para José Adelmário Pinheiro Filho e Paulo Tarciso Okamotto, também septuagenários.

Com informações do Poder 360


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.