Laboratório chinês acredita que pode deter pandemia ‘sem vacina’

0
481

84 996140787Pesquisadores chineses dizem ter desenvolvido um tratamento capaz de interromper a pandemia da COVID-19, enquanto uma centena de laboratórios em todo mundo compete para produzir uma vacina contra o novo coronavírus. Um medicamento em fase de testes na prestigiada Universidade de Pequim (“Beida”) permitiria não apenas acelerar a cura dos doentes, mas também imunizar temporariamente contra a COVID-19.

Em uma entrevista à AFP, o diretor do Centro de Inovação Avançada em Genômica de Beida, Sunney Xie, explicou que o tratamento funciona em camundongos. Seu laboratório extraiu anticorpos de 60 pacientes curados da doença e os injetou em roedores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui