Maior produtor de energia eólica, RN vai dobrar capacidade em cinco anos

Com quatro projetos em análise esperando licença ambiental para produzir energia eólica offshore no RN, o que era previsto para acontecer em dez anos, pode reduzir esse tempo de implantação pela metade.

Apenas dois desses projetos no oceano teriam o dobro da capacidade de produção de tudo que o Estado (maior gerador de energia dos ventos no Brasil) possui hoje.

Atualmente, a energia eólica representa 88% da produção do RN, que há alguns anos se tornou exportador de energia e consume menos do que produz.

No Brasi, l essa matriz energética representa 14¨% de toda a energia consumida no país.

A produção do RN é de 5 GW; Bahia 4.9;GW; Ceará,2.39 GW; Piauí, 2.35GW; e Rio Grande do Sul, 2.13 GW.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *