Ministro da Saúde diz que é “absolutamente contrário” a leis que obrigam o uso da máscara e a exigência do “passaporte” de vacinação

Ministro da Saúde diz que é “absolutamente contrário” a leis que obrigam o uso da máscara e a exigência do “passaporte” de vacinação
Redes Sociais

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou na sexta-feira (8) que é “absolutamente contrário” a leis que obrigam o uso da máscara e a exigência do “passaporte” de vacinação. Ele deu a declaração em entrevista a jornalistas durante uma visita à obras da Nova Maternidade de Teresina, no Piauí.

“Sou absolutamente contrário [a leis que obrigam o uso de máscara e passaporte de vacinação]. O governo federal defende primeiro dignidade da pessoa humana, a vida, a liberdade. Eu acho que uma lei para obrigar qualquer coisa é um absurdo, porque não funciona. Temos que fazer as pessoas aderirem às recomendações sanitárias”, disse Queiroga.

Durante a solenidade de entrega de equipamentos para o Hospital Universitário da UFPI, o ministro Marcelo Queiroga foi o único a discursar sem usar máscara. Ele esteve com o equipamento durante todo o tempo, e retirou para falar. Com informações do g1.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *