Boa notícia: Com nova política de incentivos, Guararapes eleva produção no RN

“Incentivos fiscais não são para irrigar os cofres das empresas, mas para tornar seus produtos mais competitivos e gerar riquezas para todos”. A frase, de Jairo Amorim, diretor executivo Industrial da Guararapes, vem direto do chão de fábrica.

Num mundo cada dia mais controlado por robôs, onde os processos de automação parecem não ter fim, o local em que o executivo foi instalado desde sua contratação, em 2010, é sempre cercado de muita gente de carne e osso.

Aos 52 anos, nascido em Recife, Natal é a quinta cidade em que o executivo mora desde que escolheu o ramo industrial da confecção na qual trabalha há 34 anos.

Sua sala envidraçada na fábrica de Extremoz está no mesmo plano da imensa construção de 250 mil m² ocupados por outros milhares de trabalhadores que compartilham com ele a mesma jornada de trabalho, sendo que a de Amorim é um pouco mais longa.

Antes, passou pela Hering, Vicunha e Valisère antes de ser contratado pela Guararapes.

Hoje, entre uma de suas muitas atribuições, Amorim lida com um grande impasse entre prefeituras e o Governo do RN, criado a partir do decreto que instituiu o Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (Proedi), em meados deste ano.

Antes, no antigo programa, o percentual de incentivo às indústrias variava de 70% a 75%.

Como, pelo novo programa, o percentual que era 75% pode chegar a 95%, entrando sobre os 25% que são dos municípios, na forma de crédito presumido, os municípios reagiram e alguns deles, como Natal, entraram na Justiça.

Caso a iniciativa dos prefeitos prospere, o temor de Amorim é que os danos de curto prazo sejam irreversíveis na economia potiguar na medida que, bem antes do RN, estados vizinhos como Pernambuco, Ceará, Bahia e Paraíba, para ficar só nesses exemplos próximos, já adotaram a mesma lógica fiscal do Proedi.

Quando Jairo Amorim chegou a Guararapes, em 2010, já havia uma pequena revolução na empresa, fundada em 1947 por Nevaldo Rocha e o irmão Newton.

Na época, a companhia deu um prazo de seis meses para que 10 mil clientes deixassem de comprar seus produtos, pois a empresa decidira, a partir daquele momento, abastecer somente a rede de lojas próprias, na ocasião com cerca de 100 pontos espalhados pelo Brasil.

“Deixávamos de ser uma empresa industrial que vendia para os outros, para nos tornar numa empresa de varejo que produz o que vende”, resume o executivo.

O resultado dessa política, foi a expansão para 320 lojas atualmente, espalhadas pelo país e uma produção própria de aproximadamente 200 mil peças por dia, sendo 165 mil de Natal e 35 mil na fábrica de Fortaleza.

Desde a criação do Proedi, a empresa criou entre setembro e outubro últimos mais 17 novas oficinas de costura no Estado, passando de 61 para 78, gerando 240 empregos diretos na fábrica.

De 22 mil peças por dia, essas oficinas passaram a produzir 32 mil por dia. “Se considerarmos 40 trabalhadores por oficina, são 3 mil empregos diretos, legalizados, com carteira assinada no RN, injetando cerca de R$ 60 milhões na economia regional por ano”, afirma.

Agorarn

CNH digital ganha recurso de vencimento e mais novidades; veja

O Denatran anunciou novas funcionalidades para o app Carteira Digital de Trânsito (CDT). Em breve, o aplicativo para Android e iPhone (iOS) passará a alertar quando a CNH está próxima do vencimento, além de avisar o condutor em caso de recall do automóvel para que ele adote as devidas providências. Segundo o órgão, vinculado ao Ministério da Infraestrutura, o app também permitirá consultar infrações registradas no nome do usuário.

O CDT é um aplicativo que reúne as versões digitais tanto da habilitação quanto do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), conhecido popularmente como “documento do veículo”. Desenvolvido pelo Serpro, o app grátis substitui as versões em papel dos dois documentos e está disponível em todos os estados e no Distrito Federal para qualquer pessoa que já tenha a documentação no formato tradicional.

Entre as vantagens do aplicativo está a possibilidade de substituir a versão impressa, já que tem o mesmo valor legal. Os documentos ficam sempre offline e podem ser usados em blitz, o que pode salvar o usuário de pagar multa de R$ 88,38, tomar três pontos na carteira e ter o veículo retido por dirigir sem portar a habilitação.

A autenticidade pode ser verificada pelo aplicativo Vio (antes chamado de Lince), que é capaz de ler o QR Code gerado pelo app Carteira Digital de Trânsito. A CDT também pode gerar uma versão em PDF dos documentos do motorista e do veículo assinados digitalmente e que têm a mesma validade de uma cópia física autenticada em cartório.

Arrombamento em uma funerária em Cerro Corá

Arrombamento em uma funerária em Cerro Corá, chamou atenção pelo modo operante dos bandidos, por volta das 23h30 desta segunda-feira(18), os vizinhos escutaram um barulho e acionaram a polícia.

Quando os policiais chegaram ao local os suspeitos já tinham se evadido. Segundo relatos eram um homem e um mulher numa moto, eles desparafusaram a porta de vidro e entraram, reviraram tudo em busca de valores, segundo a equipa da funerária, nada foi levado.

Os policiais de Cerro Corá comandados pelo sargento Brasão estão em busca dos suspeitos.

Escola Belmira Viana recebe premio por incentivar a preservação e conservação do meio ambiente

A coordenadora pedagógica da escola municipal Belmira Viana, Maria Claudiana Guedes Cândido, representou a escola na solenidade de premiação do concurso ARTE COM ENERGIA, promovido pelo instituto EDP (energia de Portugal).

O projeto promoveu o incentivo a alunos e professores da referida escola a trabalhar sobre a preservação e conservação do meio ambiente, promovendo assim uma melhor qualidade de ensino e de vida.
A escola ficou entre os três melhores relatórios, concorrendo com mais de 80 escolas que também participaram do projeto.

Governo define pagamento de salario atual, atrasados nem água…

O Governo do Estado anunciou aos servidores presentes em reunião na governadoria no início da tarde desta terça-feira (19) a definição do calendário de pagamento dos salários de dezembro.

Os pagamentos serão feitos nos dias 14 e 30, seguindo os mesmo valores efetuados em novembro, primeiro com os servidores que recebem até R$ 4 mil, bem como todos os trabalhadores da Segurança Pública, independentemente de valor, recebendo valores integrais e os que ganham acima dos R$ 4 mil recebendo 30% dos vencimentos  primeiro; e os outros 70% sendo pagos no final do mês.

Os servidores discutem ainda a definição do décimo-terceiro de 2019 e as folhas em atraso que ainda não têm definição de pagamentos.

Começou a segunda fase da vacinação contra o sarampo em Cerro Corá

A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começou nesta segunda-feira (18) em todo o país. As pessoas, na faixa etária de 20 a 29 anos de idade, são o alvo desta etapa. A secretária de saúde de Cerro Corá, Célia Guimarães, informa que todas as unidades do município já dispõe das doses.

De acordo com o último boletim epidemiológico sobre sarampo do Ministério da Saúde, esta faixa etária é a que mais acumula número de casos da doença. Nos últimos 90 dias de surto ativo, foram confirmados 1.729 casos em pessoas de 20 a 29 anos.

O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, disse que um dos motivos é que esse público não tomou a vacina em nenhuma fase da vida e, se tomou, não voltou para aplicar a 2ª dose, necessária para a proteção.

Para atingir essa faixa etária, o ministério adotou algumas estratégias. Uma delas é a realização da segunda fase da campanha de vacinação em locais de grande circulação dessas pessoas. A ação será realizada em conjunto pelas três níveis de governo: federal, estadual e municipal.

Inep anuncia cancelamento de uma questão da prova do Enem 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou hoje a anulação de uma questão da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias do Enem 2019. O Inep identificou que a questão anulada fez parte do Caderno de Questões Braile e Ledor da edição do Enem de 2018. O chamado “caderno Ledor” é preparado para os aplicadores que atuam como ledores para os participantes que, por algum motivo, solicitam auxílio para a leitura da prova como recurso de acessibilidade.

A questão anulada consta no Caderno Azul como número 90; no Caderno Amarelo como 78; no Caderno Branco como 66; e no Caderno Rosa como 72.

No Enem, não há um valor fixo para cada questão. A pontuação varia conforme o percentual de acertos e erros naquele item entre os participantes e, também, de acordo com o desempenho de cada estudante na própria prova. A correção segue chamada Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Respeitando a comparabilidade garantida pela TRI, as questões que compõem as provas acessíveis podem sofrer ligeira alteração comparadas à prova de aplicação regular devido às especificidades deste público. As provas do Caderno Braile e Ledor, por exemplo, contém a descrição de gráficos, imagens, esquemas e outros recursos visuais. Além disso, questões que inviabilizam ou dificultam demasiadamente a compreensão por parte dos participantes com algum tipo de deficiência visual são substituídas.

Agencia Brasil

Produção de hidromel: Capacitação de pequenos apicultores da região do Seridó

O projeto de capacitação, que visa gerar mais uma alternativa de renda aos pequenos produtores da região do Seridó, tem como objetivo capacitar agricultores e apicultores apresentando as técnicas para produção artesanal de hidromel, bem como a legislação que regulamenta o produto, embalagem e rotulagem e inserção do produto no mercado.

Nesse dia 13/11/2019 parte da equipe (Professor Saint Clair Santos e o estudante Luis Felipe de Medeiros Gomes) cumpriu mais uma meta do projeto, promovendo mais uma oficina de produção artesanal de hidromel, dessa vez na serra de Santana, Cerro Corá/RN, com o envolvimento de membros da  Acap (Associação Cerrocoraense de Apicultores).

Foram socializadas técnicas para a obtenção artesanal de hidromel, bebida alcoólica  fermentada a base de mel, amplamente apreciada na Europa e em evidência no mercado nacional. A produção do Hidromel artesanal consiste em uma alternativa para o aproveitamento do mel mais escuro, muitas vezes preterido pelo pelo mercado, sendo uma alternativa viável à complementação da renda dos apicultores da região, dadas as tecnologias simples empregadas na produção e o valor agregado do produto.

Fonte:https://portal.ifrn.edu.br

Atletas da AESC viajam nesta quarta 20/11 para Blumenau SC

Com uma delegação de 07 atletas, sendo 04 de Cerro Corá, 02 de São Tomé e 01 de São Paulo do Potengi, o atletismo treinado pelo professor Edilson Oliveira viaja para participar da maior competição escolar do Brasil, Jogos Escolares da Juventude.

Edilson Oliveira acredita numa competição esperançosa para seus atletas. Segundo, ele todos estão preparados, com alguns bons destaques: entre eles Regiclecia Silva, 4ª colocada do último campeonato brasileiro sub 18, no salto triplo. Outro atleta que vai pronto para brigar por um pódio é o garoto Wesley Mesquita(14 anos) no Tetratlo.

Vale salientar que nosso representante depois dos JEJ viajará para o Paraguai para disputar o sul-americano escolar categoria de 12 a 14 anos defendendo a seleção brasileira.Temos também de Cerro Corá Barbara Beatriz no peso e disco, e Brenna Munique nas provas de 200 e 400 metros.

Representando São Tomé dois atletas: Dalbert Gabriel 14 anos, 100 sobre barreira e Jamily Cristina (13 anos) no 80 sobre barreiras, de São Paulo do Potengi, Erick Michel de 14 anos na prova de 75 metros.

 

A volta dos nossos representantes será dia 26 de novembro. Boa sorte a todos.