Petrobras desmente Bolsonaro sobre novo reajuste em 20 dias

Petrobras desmente Bolsonaro sobre novo reajuste em 20 dias
Redes Sociais

Em meio a temores no mercado financeiro de ingerência política na Petrobras, a companhia desmentiu nesta segunda-feira (11) a fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que os preços dos combustíveis  terão um novo reajuste nos próximos 20 dias. O último aumento para as distribuidoras foi anunciado no dia 25 de outubro passado.

Algumas horas depois do pronunciamento, a companhia informou em Comunicado ao Mercado que “não antecipa decisões de reajuste e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado”.

A estatal afirmou ainda que “monitora continuamente os mercados, o que compreende, dentre outros procedimentos, a análise diária do comportamento de nossos preços relativamente às cotações internacionais”. A petroleira brasileira enviou o comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e nele esclarece que “ajustes de preços de produtos são realizados no curso normal de seus negócios, seguem as suas políticas comerciais vigentes e  sofrem influência do movimento do mercado internacional de petróleo e da taxa de câmbio”.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *