Pfizer deve entregar 20 milhões de doses infantis ao Brasil até o final de março

Pfizer deve entregar 20 milhões de doses infantis ao Brasil até o final de março
Redes Sociais

A Pfizer deve entregar ao menos 20 milhões de vacinas pediátricas contra a covid-19 ao Ministério da Saúde até o final de março. Ainda há tentativa para que a quantidade de doses a serem entregues no período seja aumentada. Esse é um dos motivos impedindo a conclusão do acordo da pasta com a Pfizer.

O pedido do ministério pelas doses pediátricas só deve ser divulgado depois que for fechado o número exato de doses que a Pfizer entregará no período. Haverá uma reunião entre as duas instituições às 19h desta segnda-feira (3).

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou em 16 de dezembro a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos. A imunização, no entanto, ainda não começou. Aguarda o aval do ministério e a chegada das doses pediátricas.

Há 20,5 milhões de crianças de 5 a 11 anos no Brasil, segundo cálculo do IBGE de 2018. É necessário o dobro de doses (41 milhões). Cada criança receberá 2 injeções com intervalo de 21 dias entre elas.

Dessa forma, caso a Pfizer entregue só 20 milhões de doses até março, só será possível imunizar metade das crianças brasileiras (10 milhões, segundo a projeção do IBGE).

A Pfizer disse estar atuando junto ao governo para definir as etapas do fornecimento das vacinas para a faixa etária”. Afirmou que a estimativa de entrega é a partir de janeiro de 2022. Mas não respondeu sobre a quantidade de doses que serão entregues.

A expectativa do ministério é que a farmacêutica entregue as doses pediátricas a partir da semana de 10 de janeiro. O Brasil ainda não tem nenhuma vacina para crianças no país. Depois que as injeções –com doses menores– chegarem, elas ainda precisam passar por inspeção da Anvisa.

O contrato firmado entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica para 2022 prevê disponibilizar doses para todas as faixas etárias incluídas no Programa Nacional de Imunização –o que ainda não é o caso de crianças.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fará um anúncio na quarta-feira (5) sobre se e como será a imunização do grupo.

Queiroga afirmou nesta segunda-feira (3) que o início da vacinação de crianças deve ser na 2ª quinzena de janeiro. A expectativa anterior era começar na 1ª quinzena do mês.

Poder 360


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *