Polícia Civil anuncia FGV como banca examinadora para concurso da instituição

0
151
A Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte anunciou que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a banca examinadora do concurso público para o preenchimento de 301 vagas na instituição, entre os cargos de delegado, escrivão e agente. Segundo a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, A decisão ocorreu após “muitas pesquisas criteriosas” por parte da Comissão Permanente de Licitação. O concurso prevê salários entre R$ 4,7 mil a R$ 16,6 mil e o edital será publicado até 31 de outubro deste ano.
O anúncio foi feito por meio do instagram oficial da PCRN, e de acordo com a delegada geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva, até a data prevista para publicação do Edital, o órgão dará muitos passos, estes que estão sendo dados com toda seriedade em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta – TAC. “Trago essas informações em respeito à transparência e a todos aqueles que pretendem ingressar na nossa instituição”, acrescenta Ana Cláudia Saraiva.
O futuro certame será conduzido totalmente pela Polícia Civil e não mais pela Secretaria de Estado da Administração (Sead). Atualmente, a PC trabalha com menos de 30% do efetivo previsto em lei e pelo menos 150 policiais, entre delegados, agentes e escrivães, estão aptos à aposentadoria, conforme noticiou a TRIBUNA DO NORTE no último dia 25 de agosto.
O próximo concurso terá 301 vagas sendo 47 para delegado, 230 para agente e 24 para escrivão. Atualmente, a Polícia Civil do RN possui 1.324 servidores, sendo 152 delegados, 181 escrivães e 991 agentes. De acordo com a Lei Complementar 417/2010, que dispõe sobre a Lei Orgânica e o Estatuto da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, o órgão deve ter 100 delegados, 468 escrivães e 2.765 agentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui