Programa para o Fortalecimento da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), vai beneficiar 30 famílias em Cerro Corá

Programa para o Fortalecimento da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), vai beneficiar 30 famílias em Cerro Corá
Redes Sociais

A Cooperativa Terra Livre ganhadora da chamada pública denominada ATER AGROECOLOGIA atuara com os lotes do seridó e alto Oeste, dará suporte técnico em Cerro Corá aos 30 agricultores(as) do município de Cerro Corá, que realizaram a assinatura de adesão no plenário do Sindicato dos Trabalhadores Rural, para participarem do Programa para o Fortalecimento da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), o evento contou com representantes da cooperativa, sindicato, associações, agricultores, vereador Santos Capote e do diretor técnico da Emater Raimundo Costa Sobrinho.

Entenda ATER:

Programa para o Fortalecimento da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) se constitui num dos pilares centrais para a construção do desenvolvimento rural sustentável, com inclusão econômica, social e ambiental, para as famílias rurais do nosso Estado.
O programa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural (Mais Ater RN) tem como objetivo central ampliar o número de agricultores e agricultoras familiares com acompanhamento técnico sistemático e continuado, seguindo os princípios da agroecologia e da convivência com o semiárido, com foco da produção e comercialização de alimentos saudáveis.
Pela primeira vez na sua história o RN terá um Programa com objetivos, metas e estratégia claramente estabelecida para financiar e articular as ações de Ater, para os próximos três anos. Tais investimentos contemplarão a continuidade e fortalecimento do serviço de Ater Estatal, executados pela Emater – RN, como também o financiamento de instituições privadas com reconhecida competência e experiência na prestação desse tipo de serviço.
Por fim, o Mais Ater RN integrará o conjunto de políticas públicas desenvolvidas pelo Governo do RN (Pecafes, PAA, Programa Estadual de Sementes crioulas, Programa Mais Mercados, Programa Estadual de Forragem, etc) que fortalecem a Agricultura familiar do RN e promovem o desenvolvimento rural sustentável.
Ater e alimentos saudáveis:
O Mais Ater RN reafirma o compromisso do Governo do RN na construção de políticas públicas que visam fortalecer e dinamizar a agricultura de base familiar no RN, por ser responsável pela produção de mais de 70% dos alimentos consumidos no mercado interno, com respeito ao meio ambiente, valorizando os conhecimentos tradicionais locais, com vistas a produção de alimentos saudáveis.  Em nível regional, o programa se integra ao Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste (PAS -NE), articulado pelo Fórum de Gestores da Agricultura Familiar do NE e pelo Consórcio dos Governos do NE.

Eixos estratégicos do Mais Ater RN:
O Programa Mais Ater RN está organizado em três eixos principais:
1. Construção participativa da Política e Plano Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN.
2. Fortalecimento institucional da Emater-RN:
3. Ampliação da oferta de Ater para a agricultura familiar, através de Chamadas Públicas;
Metas
– Investir nos próximos três anos 85.2 milhões de reais para o fortalecimento da assistência técnica e extensão rural (Ater) para a agricultura familiar;
– Atender 18.000 famílias com Ater continuada em mais de 120 municípios e mais 700 comunidades do RN;
– Viabilizar a elaboração de R$ 80 milhões em projeto de crédito rural, até 2023, para a Agricultura familiar do RN;
– Envolver mais de 180 técnicos e técnicas para prestação de assistência técnica para agricultura familiar;
Instituições Parceiras
O Mais Ater RN conta com uma rede de parcerias em diversos níveis como: Movimentos saciais do campo (Fetarn, Fetraf, MST, Marcha mundial das Mulheres, CPT), ASA Potiguar, Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), Cooperativas da Agricultura Familiar ligadas a Unicafes e Ocern,   Instituições financeiras (Banco do Brasil, Banco do Nordeste e AGN) e  Universidade do Estado do Rio Grande do Norte  (UERN).
Fonte de financiamento:
Os recursos necessários para a execução do Mais Ater RN estão assegurados no Orçamento Geral do Estado (OGE), estando contemplado Plano Plurianual (PPA) para o período de 2020 a 2023, ficando a cargo da Sedraf a coordenação das ações.
No período de 3 anos o governo do RN investirá R$ 73,8 milhões na EMATER-RN para viabilizar pagamento de salários, capacitação e custeio operacional da instituição.  Já para as chamadas públicas, voltadas a contratação de Organizações Não Governamentais (ONGs), estão assegurados investimentos da ordem de R$ 11.4 milhões.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *