Programa RN+Unido encerra atividade com 53 toneladas de alimentos recebidas

0
179

A parceria entre o Governo do RN e a Associação de Supermercados do RN (Assurn) na viabilidade do RN+Unido se encerra nesta sexta-feira (31). A ação durou mais de 100 dias e contou com apoio operacional da Cruz Vermelha, Conab e Forças Armadas.

Durante a divulgação do balanço final, a governadora Fátima Bezerra destacou o empenho de todos. “Foi uma lição de solidariedade. Ações voltadas às pessoas mais atingidas por este momento tão difícil. Pelo sucesso e importância, o Governo dará continuidade ao programa daqui pra frente, com aporte de recursos próprios. Próxima semana anunciaremos a nova fase do RN+Unido”.

O presidente da Assurn, Nelson Leiros, enalteceu a parceria junto ao Governo, os supermercados associados e a população que doou alimentos. “Levamos benefícios para muita gente em dificuldade. Estaremos sempre dispostos a colaborar com esse tipo de campanha”.

O programa já arrecadou 53 toneladas de alimentos e material de higiene pessoal e de limpeza. Dessas, 33 toneladas foram doados nos supermercados associados à Assurn. O restante foi conseguido por meio de sindicatos, empresas, associações, do Movimento dos Sem Terra (MST), entre outros. Tudo distribuído com total segurança e sem gerar deslocamentos da comunidade.

A titular da Sethas, Íris Oliveira, lembrou ainda que o Governo adquiriu cinco mil cestas básicas para atender públicos heterogêneos, como comunidades LGBT, a juventude, pessoas com deficiência e grupos de matrizes e religiões africanas.

O RN+Unido distribuiu, até o momento, 9.662 cestas básicas, 1.004 kits de higiene e limpeza, 32.454 máscaras de pano e 1.512 litros de álcool 70%. Foram 103 entidades beneficiadas em 21 municípios do Estado. Tudo destinado às famílias em situação social mais vulnerável, cadastradas na Sethas e na Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

“Nosso agradecimento à Cruz Vermelha que durante o programa foi responsável pela desinfecção dos alimentos e entrega da maioria das cestas básicas às comunidades carentes. Também a CONAB, que prontamente disponibilizou os espaços de Natal e Mossoró para instalarmos nossos depósitos. E ainda as Força Armadas, que assumiram a responsabilidade de colher os alimentos doados nos supermercados de Natal durante todo o programa”, destacou o controlador geral do Estado, Pedro Lopes.

Lopes lembrou ainda o trabalho voluntário de servidores, equipamentos e veículos do Ministério Público Estadual, Controladoria Geral do Estado, Gabinete Civil, Secretaria Estadual de Administração, Escola de Governo, Sethas e Secretária Estadual de Educação.

“Somente com a disponibilização de diversos órgãos e parceiros, e contando com mais de 100 colaboradores dedicados a ajudar as pessoas, conseguimos amenizar necessidades alimentares básicas de mais de 80 mil pessoas, e só nos resta agora manifestar nossa gratidão a todos”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui