Queixa-crime: Styvenson aciona justiça contra Wendel Lagartixa

Redes Sociais


Uma queixa crime contra o deputado estadual eleito Wendel Lagartixa foi aberta na justiça pelo senador Styvenson Valentim. Na medida, foi pedida uma indenização de 40 salários mínimos.

O senador Styvenson alega que Wendel praticou crimes contra a honra, calúnia, injuria e difamação e cita diversas falas de Wendel em entrevistas a veículos de comunicação do Rio Grande do Norte, entre elas:

1)“vivia nas viaturas do batalhão, passando na avenida das Fronteiras, na frente dos cabarés, botando mulher dentro das viaturas, se quiser me processar, pode me processar”;

2)“botava mulher dentro da viatura porque eu presenciei, eu não tenho como provar”;

3)“não sei se tinha sexo, mas ele botava no colo dele”;

4)“depois se converteu e virou santo”;

5) “eu não votava nele porque sei o passado dele”;

6)“devia ter pedido câmera na época em que ele vivia em Macau que chegou no batalhão com braço quebrado… foi rezando lá em Macau”;

7)“a política dele é muito bonita para quem não conhece”;

8)“não sei nem se é policial”;

9)“como ele se comporta: a prepotência, o orgulho, a diferença de níveis”.

As informações são do Blog de Gustavo Negreiros.


Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *