“Queremos Ezequiel Ferreira junto conosco”, afirma Fátima Bezerra

“Queremos Ezequiel Ferreira junto conosco”, afirma Fátima Bezerra
Redes Sociais

A governadora Fátima Bezerra (PT) quer contar com o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), no seu palanque em 2022. Se possível, repetir a aliança vitoriosa que se formou nas eleições 2018.

Em entrevista ao “Cafezinho com César Santos”, que será publicada na edição especial deste sábado, 1º de janeiro, a governadora afirma que, se depender dela, Ezequiel continuará no projeto construído nas eleições passadas.

“Eu quero demais que ele permaneça conosco. Nós queremos Ezequiel junto conosco, que ele possa permanecer em 2022”, afirma. “Nós temos uma relação muito respeitosa no plano institucional. O presidente Ezequiel integra o governo, ele participa do governo, tanto do ponto de vista político como administrativo”, reforça.

A governadora, porém, admite que existem dificuldades dentro do PSDB que podem comprometer a aliança com o presidente da Assembleia Legislativa. Ela aponta que a sigla tucana está dividida desde as eleições de 2018 e essa divisão persiste. “Uma parte liderada por Ezequiel veio nos apoiar no segundo turno; outra parte não nos apoiou e continua fazendo oposição ao nosso governo”, lembra. “Mas, esse é um assunto de caráter interno do PSDB, cabe a eles resolverem, no entanto, reafirmamos que queremos, sim, o deputado Ezequiel e o PSDB juntos conosco nas eleições 2022.”

Fátima Bezerra é consciente que não será fácil uma composição com o PSDB e o seu presidente estadual, isso porque o próprio Ezequiel tem afirmado simpatia ao projeto político-eleitoral do ministro Rogério Marinho (PL), do Desenvolvimento Regional, que faz oposição aberta ao PT e ao governo estadual. Ezequiel já declarou apoio à pré-candidatura do ministro do presidente Bolsonaro (PL) ao Senado da República, o que é incompatível com o projeto da governadora Fátima Bezerra.

Há resistência de deputados estaduais tucanos, como Gustavo Carvalho e Tomba Farias, que não admitem aliança com a governadora. Os parlamentares fazem oposição radical, inclusive, Gustavo foi o articulador da Comissão Parlamentar de Inquérito, a CPI da Covid, contra o governo estadual.

Ezequiel Ferreira ainda não se posicionou em relação à disputa pelo Governo do RN. O seu silêncio provoca especulações, a principal delas é que ele pode colocar o próprio nome à sucessão estadual. A possibilidade ganhou força na reta final deste ano, quando ele passou a visitar regiões do interior do estado com o projeto “Assembleia e Você”. Esse projeto leva atendimentos e ações gratuitas nas áreas sociais, de educação, cultural, saúde e cidadania para todas as regiões do Estado. Com ele, Ezequiel tem se aproximado mais das pessoas e dialogado mais com lideranças regionais.

Ezequiel, nesse momento, é um poço de incerteza, bem diferente da vontade de Fátima Bezerra de tê-lo no palanque 2022: “Queremos muito ele junto conosco no nosso projeto.”

Por César Santos – Jornal de Fato


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *