RN deve liberar uso de máscaras com 70% da população vacinada, prevê secretário de Saúde

RN deve liberar uso de máscaras com 70% da população vacinada, prevê secretário de Saúde
Redes Sociais

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, afirmou nesta quinta-feira (23) que o Governo do Rio Grande do Norte deve começar a dispensar o uso de máscaras até o fim do ano. De acordo com ele, quando o Estado chegar à marca de 70% da população completamente imunizada (ou seja, com as duas doses de vacina), o governo espera autorizar a circulação sem máscara em ambientes abertos.

“Quando a gente chegar a esse patamar de 70% da população vacinada, que acreditamos que até dezembro a gente consiga chegar nisso, a gente começa a liberar o uso da máscara em ambientes abertos. Depois, a gente vai administrar os ambientes fechados”, destacou o secretário, em entrevista ao programa “12 em Ponto 98”, da 98 FM Natal.

Cipriano Maia ressaltou que o Rio Grande do Norte vive o “cenário mais favorável” desde o início da pandemia de Covid-19 e atribuiu a melhora nos indicadores ao avanço da vacinação. Ele diz, no entanto, que ainda não há condições para a retirada das últimas restrições existentes porque a população precisa receber a segunda dose da vacina.

“A medida hoje é, mesmo com a liberação do público nos estádios e os eventos, manter distanciamento físico entre as pessoas, usar máscara e as medidas de protocolo sanitário, para que a gente, esperamos que seja breve, poder começar a liberar algumas restrições que ainda são necessárias”, enfatizou.

O secretário de Saúde do Estado lembrou que, nos Estados Unidos, parte significativa da população ainda resiste em se vacinar, e que isso tem provocado aumento de casos em algumas localidades. Após um início acelerado, o país norte-americano estagnou em 64% da população vacinada com apenas uma dose e em 55% com duas doses.

“Em países como os Estados Unidos, em que há um negacionismo da vacina, tem estados vivendo situação dramática”, frisou Cipriano Maia.

Portal 98 FM


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *