RN tem primeiro caso de coinfecção de influenza e covid-19

RN tem primeiro caso de coinfecção de influenza e covid-19
Redes Sociais

O Laboratório Central Dr. Almino Fernandes (Lacen/RN) identificou, nessa sexta-feira (17), o primeiro caso de coinfecção de covid-19 (Sars-CoV-2) e influenza A (H3N2) no Rio Grande do Norte. A pessoa infectada é uma mulher de 28 anos, residente no município de Governador Dix-Sept Rosado, no Oeste potiguar.

De acordo com o Lacen, apenas no mês de dezembro, foram detectadas 93 amostras de Influenza A no setor de Biologia Molecular do laboratório. Desse total, foram subtipadas 37 amostras, todas sendo H3N2.

Segundo o diretor administrativo do LACEN, Derley Galvão de Oliveira, o número de casos de Influenza é condizente com um cenário nacional de aumento de casos e também com uma vigilância laboratorial mais robusta.

Ele ainda relata que não é possível realizar esse teste em todos os casos negativos de covid-19 “pela complexidade do método e pela ausência de kit multiplex na rotina. O atualmente enviado pelo Ministério da Saúde acabará nos próximos dias e isso limitará a quantidade e rapidez na liberação de resultados da Influenza, sem comprometer os resultados para covid-19”.

A coordenadora do setor de biologia molecular, Themis Rocha Souza, fala que “a coinfecção encontrada é de alta relevância para monitoramento dos casos e, por isso, a amostra será enviada à Fiocruz/RJ para sequenciar, assim como outras amostras de Influenza para tentarmos entender qual a cepa circulante de Influenza A H3N2 e assim as autoridades competentes poderem realizar um planejamento com relação a vacinação”.

“Além disso, a partir próxima semana faremos a análise de maneira randomizada em pacientes internados nos hospitais da Rede Estadual de todas as Regiões de Saúde”, completou.

Sesap faz alerta

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap-RN) fez uma alerta à população sobre o aumento de síndromes gripais com maior circulação de vírus respiratórios no estado.

No texto, a pasta ressaltou a necessidade de vacinação para as duas doenças. “A Sesap reforça a  necessidade da imunização com as vacinas contra a Covid-19 e a Influenza, disponíveis em todos os municípios. O estado distribuiu 200 mil doses da vacina contra a Influenza na segunda-feira (13) para reforçar o trabalho de imunização dos potiguares”, destacou.

“Além disso, se faz necessário ainda manter todos os cuidados não farmacológicos, como o uso correto da máscara em locais abertos e fechados, a higienização das mãos e o uso do álcool 70”, completou.

Portal da Tropical


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.