RN vive uma epidemia de casos de dengue

RN vive uma epidemia de casos de dengue
Redes Sociais

O número de casos de arboviroses como dengue, zika e chikungunya está crescendo em todo o Estado do Rio Grande do Norte. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do seu Programa Estadual de Arboviroses, tem identificado um aumento crescente nos casos de dengue, chikungunya e zika. A pasta reconhece uma epidemia de dengue no estado, assim como a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em Natal.

Os dados apurados até 9 de abril de 2022 indicam aumentos em alto grau dos casos prováveis das três doenças em comparação a 2021. No caso da dengue, houve um crescimento de 818%; na zika, 723%; e na chikungunya, 162%.

Em 2021, até a segunda semana de abril, foram registrados 435 casos prováveis de dengue, enquanto 2022 chegou a 3.995 no mesmo período. Os casos prováveis de chikungunya passaram de 570 para 1.494 casos prováveis, enquanto os de zika aumentaram de 39 casos prováveis ano passado para 321 em 2022.

As arboviroses apresentam sinais e sintomas comuns entre si, como febre, dores nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos no caso da chikungunya e zika


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.