Semana Nacional de Conciliação 2021: JFRN promoverá cerca de 200 audiências no formato totalmente digital

Semana Nacional de Conciliação 2021: JFRN promoverá cerca de 200 audiências no formato totalmente digital
Redes Sociais

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte, no período de 08 a 12 de novembro, promoverá uma Semana Nacional de Conciliação inédita. Nesta edição 2021,  a grande novidade fica por conta da realização de todas as audiências de conciliação – cerca de 200  –  através da plataforma digital MOL – Mediações Online, parceira do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).  É a inovação tecnológica se colocando como importante aliada para a solução consensual de conflitos, ao possibilitar a realização de mutirões de audiências virtuais num momento em que persistem as medidas de biossegurança para enfrentamento da propagação da COVID-19.

O mutirão virtual de audiências no Judiciário Federal potiguar  contará com processos envolvendo a CAIXA, especialmente ações de expurgos inflacionários sobre saldos de cadernetas de poupança, além de cobranças pré-processuais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, do Conselho Regional  de Corretores de Imóveis da 17a Região, do Conselho Regional de Representantes Comerciais, do Conselho Regional de Contabilidade e do Conselho Regional de Medicina Veterinária.

“Não obstante os desafios impostos pela pandemia de COVID-19, neste 2021 faremos uma Semana Nacional de Conciliação inédita, sobretudo pelo uso da  plataforma digital MOL. Como se trata de ferramenta tecnológica recém incorporada ao trabalho do CEJUSC e ainda pouco conhecida dos nossos jurisdicionados, ressaltamos àqueles que têm pendências jurídicas com a CAIXA, o CREA, o CRECI17, o CORE, o CRC e o CRMV, que fiquem atentos aos seus e-mails para confirmação do recebimento daquele enviado pela MOL, em nome do TRF5, acessando os dados relativos à data, hora e link de participação na audiência de conciliação.

Nunca é demais lembrar que o chamado para conciliar é, em última instância, um convite para que os protagonistas do conflito sejam igualmente protagonistas da sua solução, resolvendo seus problemas com atendimento das suas necessidades, que conhece melhor do qualquer outro.”, disse a coordenadora do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania da Justiça Federal no Rio Grande do Norte, Juíza Federal Gisele Leite.
Ano passado, em que a Seção Judiciária  ainda não tinha acesso à ferramenta  MOL, as audiências  da Semana Nacional de Conciliação se circunscreveram às audiências ordinárias do CEJUSC, realizadas via  plataforma Zoom, sem possibilidade de trabalho no formato mutirão.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *