Site “Navegos” relata caso de roubos de galináceos

Redes Sociais


O resgate das galinhas

Colaborador de Navegos enriquece relato sobre o sequestro de galinhas em Cerro Corá e ressalta competente diligência do Sargento Brazão para resgatá-las.

*José Vanilson Julião

leitor@navegos.com.br

A ordem galinácea é composta por pelo menos 70 gêneros e mais de 250 espécies. Inclui aves domésticas: a desengonçada galinha e o feio peru. Entre a nobreza avícola a desenvolta perdiz, o também comestível faisão e o orgulhoso pavão, horrível de rosto, mas compensa exibindo vistosas penas.

Há a obrigação de se retornar ao assunto da parentela menos nobre. O furto das 90 galinhas caipira do sítio Condessa, no município de Cerro Corá. O rumoroso caso foi solucionado pelo sargento PM Rivanildo Alves Brazão, que, desde 2017, comanda o destacamento local.

Encerrado o último texto e enviado para o editor do site “Navegos”, repercutindo o sumiço das penosas – entra a noite do domingo e a madrugada da segunda-feira (06 e 07) – quatro dias depois pipoca nas redes sociais áudios de um repórter de uma rádio curraisnovense.

A voz grave e empostada do radialista Edmilson Souza (controlador também do Blog Seridó) – como se fosse o famoso locutor gaúcho Heron de Lima Domingues (1924 – 1974), do legendário rádiojornal “Repórter Esso” pela “Nacional” – ecoa no grupo. Mas não deixa de aparecer crítica hilária pelo “arrudeio” do profissional do éter, como se dizia antigamente.

O eloquente repórter – por sinal presidente da Câmara em Currais Novos – procura dar detalhes técnicos e específicos dos códigos Penal e Processual -, mas não mata totalmente a curiosidade dos internautas. Não revela se as galinhas retornaram para o lar de camburão ou em carro do seu criador, até o momento identificado por Rodrigues.

A investigação levou a localização dos bípedes e a apreensão de um menor, o qual denunciou a participação de um comparsa ou cúmplice de maior idade – como se diz no jargão da cobertura policial -, o qual deve ser indiciado em inquérito por corrupção de menor. Além do seres viventes o policial encontrou 50 metros de tela.

A cotação da ave está nas alturas. Ao ler o artigo anterior, direto do município de Lagoa do Ouro, no alto sertão pernambucano, o ex-deputado estadual, ex-prefeito de Serra de São Bento (RN), o advogado Ionas Carvalho de Araújo Júnior, disse que comprou uma galinha por 50,00 reais, bem acima dos 30 ou 40 pensados pelo articulista.

Os larápios não tiveram tempo de usufruir da venda das galinhas. Ou degustar alguma como premiação pela audaciosa ação. Talvez a rápida divulgação tenha alertado os prováveis receptadores. Mas é fato que a polícia agiu rápido e eficientemente.

Anteriormente algumas relações da galinha com a mídia e a cultura pop, mas é preciso salientar que a ave é tema recorrente da literatura, principalmente a infantil. Um dos mais conhecidos, “A Galinha dos Ovos de Ouro”, uma das fábulas alegóricas relatadas pelo grego Esopo (620 – 564 antes de Cristo).

Para não tornar enfadonho não se fala em “causos” da política. Com galinhas e humanos em histórias reais ou lendas, uma delas recentemente citada por um embaixador argentino ao jornalista paulista Augusto Nunes. Ou outra relatada por renomado escritor ao jornalista Franklin Jorge. Talvez fiquem para outra oportunidade. Se aparecerem…

FONTES

Cerro Corá News

Dicionário Online de Português

DJ Aildo

Ebiografia

Navegos

Listas Literárias

Robson Pires

Vlaudey Liberato


Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.