Solidariedade oficializa Fábio Dantas e aliança com União Brasil e PL

Solidariedade oficializa Fábio Dantas e aliança com União Brasil e PL
Redes Sociais

O ex-vice-governador Fábio Dantas teve a sua candidatura ao Governo do Rio Grande do Norte oficializada pelo Solidariedade em convenção realizada nesta sexta-feira, 29, na sede do partido no bairro Cidade Alta, zona leste de Natal. Essa será a primeira vez que Fábio concorrerá a um cargo majoritário, como um dos nomes da oposição à atual gestão estadual.

O Solidariedade também oficializou aliança com o União Brasil, que indicou o candidato a vice-governador na chapa, o ex-prefeito de Assú Ivan Júnior, e com o PL do candidato a senador Rogério Marinho. O partido, inclusive, vai indicar o vereador Igor Targino, da cidade de Macaíba, para a segunda suplência de senador.

Liderado no estado pelo deputado estadual Kelps Lima, o Solidariedade disputará o Governo do Estado pela segunda vez seguida. Nas eleições de 2018, o seu candidato Brenno Queiroga, ex-prefeito do município de Olho d’Água do Borges, ficou em quarto lugar com 106.345 votos (6,56%).

Os líderes do partido acreditam em melhor performance nas eleições deste ano, porque o Solidariedade ganhou, em 2020, a segunda maior prefeitura do Estado, a de Mossoró, elegendo o prefeito Allyson Bezerra. Presente na convenção, Allyson afirmou que vai trabalhar para Fábio Dantas ser o candidato mais votado na cidade.

O Solidariedade espera, também, conquistar o apoio do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), que até agora não decidiu sobre a disputa para o Governo do Estado. Dias, porém, tem resistido a conversar com Fábio Dantas, com quem nunca teve aliança política. O prefeito, no entanto, já disse que apoiará Rogério Marinho para senador.

No seu discurso, Fábio Dantas disse que se sente estimulado para governar o RN e esbanjou confiança. “Vamos ganhar no primeiro turno”, afirmou, sob aplauso de Ivan Júnior, o seu vice. O otimismo do candidato do Solidariedade, porém, não reflete o que as pesquisas têm mostrado. Ele aparece com pouco mais de 10 pontos, bem atrás da governadora Fátima Bezerra, que lidera todas as sondagens com intenções de votos próximas de 40 pontos.

Fábio Dantas carrega o desafio de se livrar da imagem do governo Robinson Faria, do qual ele foi vice-governador. A gestão foi encerrada em 2018 com mais de 80% de reprovação popular, em razão dos graves problemas que o RN enfrentava, dentre eles, quatro folhas de salários atrasados.

O candidato do Solidariedade disputou primeiro mandato eletivo nas eleições de 2010, conquistando um mandato de deputado estadual. Em 2014, foi eleito vice-governador e conseguiu eleger a esposa Cristiane Dantas (Solidariedade) para a vaga na Assembleia Legislativa.

Fábio Dantas é natalense, advogado e empresário do ramo do agronegócio. Além dos mandatos eletivos, ele atuou na vida pública como diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), no governo de Wilma de Faria (falecida), e como diretor da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn).

Gilberto Dias


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.