Operação da PF apura fraude no FGTS de dezenas de jogadores de futebol

Operação da PF apura fraude no FGTS de dezenas de jogadores de futebol
Redes Sociais


A operação da Polícia Federal que descobriu o golpe contra o jogador peruano Paolo Guerrero, ex-Corinthians e Flamengo, investiga se mais jogadores de futebol profissional foram vítimas de quadrilha que desvia do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Guerrero teve R$ 2,3 milhões sacados de forma fraudulenta do seu FGTS. Ele tinha saído do Sport Club Internacional no final de 2021 e quando foi sacar o saldo da rescisão do contrato descobriu que seis dias antes uma pessoa tinha se passado por agente do jogador e, com documentos falsos, retirou todo o dinheiro.

O golpista transferiu a quantia para uma conta falsa do jogador em um banco privado e depois para outras duas contas. Por ordem judicial, a polícia conseguiu bloquear parte do dinheiro. Depois, a Caixa Econômica Federal, que administra contas do FGTS, deve ressarcir o jogador.


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *