Veja datas e horários dos jogos do Brasil no mata-mata da Copa

Depois de terminar a primeira fase da Copa do Mundo 2022 em primeiro lugar no grupo G, a Seleção Brasileira iniciou sua trajetória na fase de mata-mata com uma goleada por 4 a 1 contra a Coreia do Sul.

Nas quartas de final, o Brasil irá enfrentar a Croácia, que se classificou nos pênaltis depois de empatar por 1 a 1 com o Japão no tempo normal. O jogo entre Brasil e Croácia será na sexta-feira (9), ao meio-dia (pelo horário de Brasília).

Se passar da Croácia, o Brasil poderá ter pela frente um clássico sul-americano contra a Argentina na semifinal. Outra possibilidade é encarar a Holanda, que encara os hermanos na sexta-feira, às 16h.

A final será disputada no Estádio Lusail, no dia 18 de dezembro, às 12h (horário de Brasília). Se chegar à decisão, o Brasil encontrará Inglaterra, França, Marrocos, Espanha, Portugal ou Suíça.

Próximo jogo:

Brasil x Croácia (quartas de final)

Data: Sexta, 9 de dezembro

Horário: 12h (horário de Brasília)

Se passar da Croácia:

Brasil x Holanda ou Argentina (semifinal)

Data: Terça, 13 de fevereiro

Horário: 16h (horário de Brasília)

Final:

Data: Domingo, 18 de dezembro

Horário: 12h (horário de Brasília)

CNN Brasil

DAP ou CAF tudo ficando difícil para agricultura familiar

Está sendo um grande desafio para os sindicatos dos produtores rurais de todo o pais, as Emates e outros orgãos que estão autorizados a emitir esse documento.

Todos estão enfrentando dificuldades para acessar o sistema utilizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para emitir esse documento que substitui a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).

O problema, segundo as Federações da Agricultura e Pecuária dos Estado, acontece devido aos procedimentos para implementação do Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF), que já está substituindo a DAP.

Sem a emissão ou renovação das declarações, os agricultores familiares deixam de ter acesso às políticas públicas e ao crédito rural.

A  própria DAP já estava sendo difícil ter acesso, agora é aguardar a posse do presidente eleito  e a nomeação de um novo ministro para  área agrícola para que possamos buscar uma nova perspectiva.

Alguns pessoas ate conseguiram ter acesso ao CAF de forma gradativa e regionalizada. Segundo o Mapa, o novo cadastro nacional para identificação de agricultores familiares, que substituirá a DAP, será a principal ferramenta do agricultor familiar para o acesso às ações, programas e políticas públicas voltados para geração de renda e fortalecimento da agricultura familiar.

Importância da DAP

DAP é o principal documento da agricultura familiar. Com a declaração, os agricultores familiares têm acesso aos recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) nas instituições financeiras, participam de editais de comercialização de produtos junto às escolas e também têm acesso a outras políticas públicas.

A Seleção Brasileira prestou uma homenagem a Pelé após a vitória sobre a Coreia do Sul por 4 a 1

A Seleção Brasileira prestou uma homenagem a Pelé após a vitória sobre a Coreia do Sul por 4 a 1, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Os jogadores levaram uma faixa com uma foto e o nome do Rei para o gramado do Estádio 974.

Também após a partida, Neymar e Vinicius Júnior conversaram com a TV Globo e mandaram uma mensagem para o Rei:

“É difícil falar sobre o momento que o Pelé está passando, mas eu desejo todas as melhores coisas para ele. Espero que ele fique bem de saúde o mais rápido possível e que ele possa, pelo menos, estar confortável com a vitória, coma faixa no final, que dedicamos a ele”, disse Neymar.

“Mandar um forte abraço para o Pelé, que está precisando de muita força da gente. Essa vitória vai para ele, que tudo ocorra bem e que ele possa sair dessa situação, e possamos ser campeões por ele”, disse Vini.

Vale lembrar que Pelé foi diagnosticado com uma infecção respiratória, que já é tratada com antibióticos, na última semana. A internação também está servindo para reavaliar o tratamento que faz contra o câncer. O Rei do Futebol luta contra um tumor no intestino desde 2021 e teve metástases diagnosticadas no início deste ano.

Em tempo: Com a goleada sobre a Coreia, o Brasil garantiu vaga para enfrentar a Croácia nas quartas de final da Copa do Mundo. As duas seleções se enfrentam na próxima sexta-feira, às 12h (de Brasília), no Estádio Cidade da Educação.

O Dia

Limite de moeda em espécie para viajar sobe de R$ 10 mil para R$ 52,7 mil

A Receita Federal atualizou as regras de controle na entrada e saída de moeda em espécie do país. A medida visa alinhar o controle aduaneiro com as alterações promovidas pela nova Lei de Câmbio e Capitais Internacionais (Lei nº 14.286/2021), que passa a valer a partir de 30 de dezembro de 2022.

Entre as principais mudanças está o novo limite de entrada e saída de dinheiro em espécie, sem declaração, que passa de R$ 10 mil para US$ 10 mil (R$ 52,7 mil). Caso o viajante esteja com valor acima desse teto, deve fazer a Declaração Eletrônica de Bens de Viajantes (e-DVB). Houve também a exclusão de controle para o porte de cheques e cheques de viagem.

A nova legislação foi publicada em 30 de dezembro de 2021 para entrar em vigor um ano após a sua publicação. Ela trata do mercado de câmbio brasileiro, o capital brasileiro no exterior, o capital estrangeiro no Brasil e a obtenção de informações pelo BC (Banco Central), para a elaboração das estatísticas macroeconômicas oficiais. Da mesma forma que a Receita Federal, o BC também está atualizando os seus normativos para se adequar à lei.

A Instrução Normativa nº 2.117/2022, da Receita Federal, foi publicada no último dia 28 no Diário Oficial da União. Com ela foram alterados pontos específicos dos seguintes atos: Instrução Normativa nº 1.059/2010, que dispõe sobre os procedimentos de controle aduaneiro e o tratamento tributário aplicáveis aos bens de viajante; Instrução Normativa nº 1.082/2010, que institui a Declaração Eletrônica de Movimentação Física Internacional de Valores (e-DMOV); e Instrução Normativa nº 1.385/2013, que dispõe sobre a Declaração Eletrônica de Bens de Viajante (e-DBV), sobre o despacho aduaneiro de bagagem acompanhada e sobre o porte de valores.

R7

Multidão lota praça pública de Lagoa Nova na festa da vitória de Lula

Lagoa Nova comemorou nesse dia 4 de dezembro a vitória de Lula Presidente. Centenas de pessoas foram praça de eventos Geraldo Dantas para comemorar e ver de perto três super shows.
O organizador do evento Val Araújo ficou feliz com o resultado e agradeceu aos que ajudaram a realizar a festa que foi considerada um grande sucesso. Apoiaram o evento o Deputado Federal Rafael Mota, o PSB de Lagoa Nova, Fabio gás de Canguaretama e o ex vereador Val Araújo.

 

 

 

 

 

 

Bloglagoanovadestaque

Fifa avalia 3 formatos diferentes para Copa do Mundo de 2026

O chefe do Departamento de Futebol da Fifa (Federação Internacional de Futebol), Arsène Wenger, disse neste domingo (4.dez.2022), que a Copa do Mundo de 2026 ainda não tem um formato definido. A declaração foi dada à jornalistas em Doha, no Qatar.

Em 2026, o número de seleções disputando a competição vai subir de 32 para 48. O evento será realizado em Estados Unidos, Canadá e México.

Wenger afirmou que a decisão sobre como serão divididas as equipes será tomada em 2023. “Podem ser 16 grupos com 3 times. Podem ser 12 grupos com 4 times cada um. Ou talvez dividir em 2 lados com 24 times. Quem vai decidir isso é o Conselho [da Fifa] no ano que vem“, disse.

Ao anunciar o aumento de seleções de 32 para 48 em 2017, a Fifa divulgou que o torneio seria dividido em 16 grupos com 3 times cada. As duas equipes melhores colocadas de cada grupo iriam para uma próxima fase de mata-mata que reuniria 32 seleções.

No entanto, o formato cria um atrito esportivo: há a chance das equipes produzirem resultados de “conivência” nas últimas rodadas, já que cada grupo seria de números ímpares e uma equipe não disputaria a rodada decisiva.

Poder360

Croácia vence o Japão nos pênaltis e pode cruzar com o Brasil nas quartas da Copa

O Brasil já sabe quem irá enfrentar nas quartas de final se vencer a Coreia do Sul logo mais, às 16h, no Estádio 974, em Doha. No começo da tarde desta segunda-feira, a Croácia venceu o Japão nos pênaltis e confirmou sua classificação na Copa do Mundo. O jogo terminou empatado por 1 a 1 no tempo normal, Maeda abriu o placar para os japoneses, no final do primeiro tempo, e Perisic igualou na etapa final.

Sem gols na prorrogação, os pênaltis foram inevitáveis e brilhou a estrela do goleiro Livakovic, que defendeu três cobranças. Apenas Asano converteu para os japoneses. Brosovic, Vlasic e Pasalic marcaram e garantiram o 3 a 1 para a Croácia ficar novamente entre as oito melhores seleções do mundo.

Atual vice-campeã do mundo, a Croácia chegou para o confronto de oitavas de final como favorita. Depois de vencer as poderosas Alemanha e Espanha na fase de grupos, o Japão mostrou novamente que foi ao Catar disposto bater favoritos.

O jogo no Estádio Al Janoub começou com uma chanca clara de gol dos asiáticos. Aos 2 minutos, após uma jogada ensaiada de escanteio, Taniguchi subiu de cabeça e mandou perto do gol. O lance foi um ensaio da jogada que decidiria o primeiro tempo.

Antes disso, porém, a Croácia conseguiu assustar com Perisic pela esquerda. O goleiro Gonda fez uma defesa parcial e Kramaric acabou não conseguindo finalizar no rebote.

Considerada mais forte individualmente e com jogadores do porte de Modric, do Real Madrid, Kovacic, do Chelsea, e Perisic, do Tottenham, a Croácia não conseguiu se impor sobre o Japão. Repedindo a fórmula da fase de grupos, a equipe de Hajime Moriyasu teve pouco a posse de bola, mas mostrou-se muito organizada para as transições ofensivas e bolas paradas.

Em um contra-ataque, Ito cruzou fechado e Maeda chegou atrasado no carrinho. Aos 43 do segundo tempo não teve como a Croácia se salvar. Em um lance semelhante aquele do começo do jogo, um escanteio ensaiado terminou com a bola sobrando para Maeda. O camisa 25 bateu de primeira para vencer Livakovic e deixar o Japão em vantagem.

A desvantagem obrigou a Croácia a ter uma postura mais agressiva no segundo tempo. A equipe europeia voltou do intervalo tentando acionar  seus atacantes com maior velocidade abrindo mão da longa circulação de bola adotada ao longo da primeira etapa.

A nova estratégia deu certo. Com apenas 9 minutos, um cruzamento de Juranovic encontrou Perisic, que testou com força para vencer o goleiro Gonda e igualar o placar em Al-Wakrah: 1 a 1.

A Croácia melhorou na etapa final. Modric passou a jogar mais recuado, ao lado do volante Brosovic em uma mudança de desenho do meio-campo que ajustou a saída de bola croata. Mas o camisa 10 também apareceu na frente. Aos 18, Modric pegou um rebote da entrada da área e mandou um belo chute de primeira. A virada croata só não veio porque Gonda fez uma grande defesa.

Com o cronômetro chegando aos 20, os técnicos fizeram as primeiras mudanças. Na Croácia, Budimir entrou no lugar de um apagado Petkovic. No Japão, Mitoma e Asano foram as opções para as vagas de Maeda e Nagatomo. Um pouco depois, Palasic entrou no lugar de Kramaric em mais uma mudança no setor ofensivo croata.

Mas foi Perisic, o autor do gol e o único do trio de ataque do início da partida ainda em campo, quem quase marcou novamente. Aos 32, o camisa 4 bateu cruzado e Gonda desviou para escanteio. Aos 40, a chance veio com Palasic, pelo alto, em cabeceio que passou perto. A melhora da Croácia na etapa final não chegou para uma virada. O empate levou a decisão para a prorrogação.

Talvez pelo cansaço, a prorrogação iniciou em um ritmo lento sem nenhuma das equipes arriscar em busca do gol. Com 9 minutos jogados, o craque croata deixou a partida. Modric, de 37 anos, não aguentou fisicamente e acabou saindo para entrada de Lovro Majer. Kovacic também foi substituído por Vlasic.

Sem Modric e Kovacic, a Croácia ficou ainda mais carente de criatividade. O Japão também não conseguia mais impor sua velocidade para as transições.

O primeiro tempo da prorrogação teve apenas uma chance de gol. E foi japonesa. Aos 14, Mitoma chutou forte da entrada da área e obrigou Livakovic a uma difícil defesa.

A Croácia voltou para o segundo tempo da prorrogação com mais duas mudanças. Um dos jogadores a sair foi outra estrela da equipe, Perisic – também deixou o campo Budimar, que havia entrado na segunda etapa do tempo regulamentar. Entraram Orsic e Livaja.

A partida teve mais 15 minutos de pouca emoção. A baixa eficiência ofensiva das duas equipes tornou inevitável que a disputa fosse para os pênaltis. Nas penalidades, a Croácia levou a melhor e venceu por 3 a 1 com o brilho do goleiro Livakovic, que defendeu três cobranças.

GZH

Benefícios a caminhoneiros e taxistas têm último pagamento no dia 10

O Ministério do Trabalho e Previdência pagará a última parcela dos benefícios Caminhoneiro e Taxista no dia 10 de dezembro. Ao todo, devem ser contemplados mais de 679 mil beneficiários, 381 mil caminhoneiros e 298 mil taxistas. Para os taxistas, haverá uma parcela extra.

O auxílio aos motoristas, criado por causa dos impactos da alta de combustíveis, teve seis parcelas de R$ 1.000, pagas de julho a dezembro deste ano. Diferentemente do Auxílio Brasil de R$ 600, que vai continuar no próximo ano, como promessa de campanha do novo governo eleito, os benefícios Caminhoeiro e Taxista terminam em dezembro.

De acordo com o governo federal, os pagamentos custarão R$ 7,4 bilhões aos cofres públicos até o fim deste ano. O valor e o número de parcelas do benefício poderiam ser ajustados de acordo com o número de beneficiários cadastrados. Por isso, o Ministério do Trabalho afirma que os taxistas vão receber parcela extra no pagamento deste mês, após avaliação realizada pela pasta.

R7

Copa do Mundo e festas de fim de ano vão manter casos de Covid em alta até janeiro

As aglomerações para compras de fim de ano, assistir aos jogos da Copa do Mundo e as festas de Natal e Ano Novo vão impulsionar a alta de casos de Covid-19 -já notada há algumas semanas no país- até janeiro. É o que dizem os especialistas ouvidos pela Folha.

“Na verdade, já estão impulsionando. O que a gente enxerga é muito menor do que acontece de verdade. Esses fenômenos causam aglomeração, muita circulação de pessoas num momento de aumento de casos e variantes altamente infectantes, e de quebra da cobertura vacinal, sobretudo as de reforço. Isso contribui muito para a disseminação do vírus”, afirma Evaldo Stanislau de Araújo, infectologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.