Ministro Paulo Guedes anuncia prorrogação de programa emergencial de emprego

0
272

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a prorrogação, por mais dois meses, do Programa Emergencial de Preservação da Renda e do Emprego, que prevê o pagamento de um benefício mensal a trabalhadores que tiveram o contrato de trabalho suspenso ou a jornada e o salário reduzidos devido à crise decorrente da pandemia. Com isso, o programa deverá ter duração total de seis meses.

“O programa está tendo tanto sucesso, tanto êxito que nós vamos estender por mais dois meses para justamente continuar preservando esses empregos enquanto a economia brasileira faz essa volta em V”, disse o ministro. A alusão à recuperação econômica em V já foi feita por Guedes em outros momentos. Ela significa que, depois de uma queda forte da atividade econômica, o crescimento retorna, ou mesmo supera, rapidamente o nível imediatamente pré-queda.

O benefício voltado à preservação dos empregos gerou mais de 16 milhões de acordos entre trabalhadores e empregadores, segundo dados da pasta atualizados até 19 de agosto. “Eu diria que talvez tenha sido o nosso programa mais efetivo”, avaliou Guedes. Até o momento, foram destinados R$ 23,2 bilhões para pagamento do benefício.

Guedes também adiantou que as criações do Programa Renda Brasil, que trata-se de uma reformulação do atual Bolsa Família, e do Programa Verde e Amarelo, medida voltada ao mercado de trabalho, serão anunciadas na próxima terça-feira (25). O ministro não forneceu mais detalhes.

Congresso em Foco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui