“Não basta só o calendário”, diz governadora Fátima ao cobrar vacinas a Pazuello

“Não basta só o calendário”, diz governadora Fátima ao cobrar vacinas a Pazuello
Redes Sociais

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, cobrou ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, novas doses de vacinas para imunizar a população potiguar contra a Covid-19, doença causa pelo novo coronavírus.

Durante reunião do ministro com o Fórum dos Governadores, a gestora estadual foi enfática ao afirmar que “não basta só o calendário; é urgente ampliar essa quantidade de doses de vacina”. O encontro aconteceu nesta quarta-feira 17.

A fala enérgica de Fátima contou, ainda, com uma sugestão ao governo comando pelo presidente Jair Bolsonaro. “O governo federal tem que fazer um esforço cada vez maior para ter mais alternativas de aquisição de vacinas para que possamos avançar”, aconselhou. Durante o pronunciamento de cerca de 2 minutos, a governadora demandou também a chegada de novas vacinas destinadas aos indígenas.

O Estado potiguar não recebeu do Ministério da Saúde doses de vacina contra a Covid-19, sob a justificativa dos territórios não serem demarcados. Fátima, que é professora por formação, pediu que profissionais da educação e pessoas com deficiência também sejam inseridos nos grupos prioritários de imunização.

A governadora participou da reunião de forma remota, acompanhada presencialmente pelo vice-governador, Antenor Roberto, e a secretária adjunta da Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap RN), Maura Sobreira. Pazuello garante 230,7 mi doses Após ser cobrado por governadores e na iminência da paralisação da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 por falta de doses, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou um cronograma de entregas, a quantidade de imunizantes e os contratos para compra de mais vacinas.

De acordo com o ministério, do final de fevereiro até julho, serão distribuídas aos estados mais de 230,7 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, “o suficiente para dar tranquilidade de proteção à população contra essa doença”.

Agora RN


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *