Prefeito decreta situação de emergência em Cerro Corá

Prefeito decreta situação de emergência em Cerro Corá
Redes Sociais

O prefeito Raimundo Marcelino Borges (PSDB) decretou situação de emergência em Cerro Corá em razão da estiagem,  que compromete o abastecimento de água para consumo humano, doméstico e animal do município de 400,8 quilômetros quadrados, inclusive por falta de falta de reservatórios, poços tubulares e dessalinizadores, resultando resultando em danos ambientais, prejuízos econômicos e sociais,, principalmente na zona rural.

No decreto publicado na edição eletrônica desta quinta-feira (11) do “Diário Oficial dos Municípios”,  o prefeito “Novinho” informa a dificuldade “para se chegar aos mais longínquos recantos do Município” com água potável e de boa qualidade: “É louvável o esforço da Administração Municipal para a distribuição d’água potável através de carro pipa nas diversas comunidades da zona rural”.

O chefe do Executivo em Cerro Corá autoriza, no decreto, a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução.

Também fica autorizada a convocação de voluntários “para reforçar as ações de resposta ao desastre e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre, sob a coordenação da coordenadoria municipal de Proteção e Defesa Civil”.

Fonte:cerrocoranews


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *