Programa lançado por Bolsonaro faz só 4% das cisternas prometidas a escolas

Programa lançado por Bolsonaro faz só 4% das cisternas prometidas a escolas
Redes Sociais

Apenas 83 das 2.000 cisternas prometidas pelo governo federal a escolas do Nordeste, em agosto do ano passado, foram entregues. Os outros 95,9% dos equipamentos não foram feitos e não há certeza de que haverá orçamento para cumprir a meta até 2022.

O projeto “Água nas Escolas” foi lançado com pompa em 2020, em uma cerimônia que contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro. A promessa era levar as 2.000 cisternas e ajudar 100 mil alunos nas zonas rurais e de periferia em cerca de 350 cidades do Nordeste.

“Nós, aqui, às vezes não damos muito valor à água, temos em abundância. Lá, quando você vê um velho nordestino, uma senhora de idade, com pele enrugada, entrando debaixo de uma bica d’água, não tem preço a alegria daquela pessoa, parece que ganhou na Mega-Sena”, disse Bolsonaro, na ocasião.

O programa contava com um aporte prometido de R$ 60 milhões, em parceria com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a Fundação Banco do Brasil. A ideia era atender dois terços das 3.000 escolas com falta de água no Nordeste, segundo o último Censo Escolar. Entretanto, caiu o ritmo de construção de cisternas na região.

Fonte: UOL


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *