Líder do governo Fátima diz que oposição aplicou “golpe” ao conseguir maioria na CPI da Covid na ALRN

0
105

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Francisco do PT, classificou como um “golpe” a manobra regimental articulada pela oposição para conquistar maioria na composição da CPI da Covid-19 na Casa. Apesar de ser minoria na Assembleia, a oposição terá maioria na comissão parlamentar de inquérito graças à formação de um “blocão” com seis partidos que têm, entre seus membros, até aliados do governo Fátima Bezerra (PT).

Por causa da manobra, a bancada governista vinha obstruindo a votação da resolução que autorizava o início dos trabalhos da CPI. Por duas sessões seguidas, os deputados da situação abandonaram a votação tirando o nome da lista de presença, o que prejudicou o quórum. Nesta terça-feira (20), a bancada compareceu, permitindo que o projeto fosse votado – abrindo, assim, caminho para o início da CPI.

Na votação em si do requerimento, toda a bancada do governo se absteve – permitindo a aprovação por unanimidade dos demais.

O principal ponto de controvérsia era a situação do PSD. Dois dos três deputados do partido (Jacó Jácome e Vivaldo Costa) são aliados do governo e eram contra a inclusão da legenda no “blocão”. No entanto, por uma determinação do presidente estadual partido, o ex-governador Robinson Faria, o PSD compôs o bloco, mesmo tendo nos seus quadros apenas um deputado de oposição: Galeno Torquato.

Tanto Jacó quanto Vivaldo foram à Justiça solicitar que a opinião deles prevalecesse sobre a de Galeno, mas os pedidos foram negados. A Justiça entendeu que a direção do partido tem prerrogativa para escolher quem será o líder na Assembleia – no caso, Galeno, que definiu pela integração ao bloco partidário de oposição.

Em pronunciamento durante a sessão, Francisco do PT disse que o governo Fátima não “teme” a abertura da CPI, mas classificou a ação de Robinson Faria no PSD como uma “manobra intervencionista” para prejudicar a atual gestão.

“Nossa bancada, a bancada do governo, já demonstrou várias vezes que tem a maioria e é atropelada por uma intervenção autoritária e indevida. Como eu disse, um consórcio que poderíamos dizer que resultou num golpe”, afirmou o líder do governo na Assembleia. “Sem temer a instalação da CPI, nossa bancada está aqui para dar quórum”, enfatizou o deputado.

Portal 98 FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui