Novo partido de Bolsonaro, PL deve receber Rogério Marinho, segundo jornalista da CNN

Novo partido de Bolsonaro, PL deve receber Rogério Marinho, segundo jornalista da CNN
Redes Sociais

O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, vai ser filiar ao Partido Liberal (PL), nova legenda do presidente Jair Bolsonaro a partir do próximo dia 22. A informação é da jornalista Daniela Lima, âncora do CNN 360º.

A jornalista afirmou que a decisão de filiação do ministro potiguar dependia de qual partido Bolsonaro passaria a compor. O último partido que Rogério Marinho integrou foi o PSDB, o qual era filiado até junho de 2020.

Daniela Lima comentou que o ministro pretende concorrer ao Governo do Rio Grande do Norte, mas informações de bastidores locais apontam que o desejo de Marinho é disputar a única cadeira disponível ao Senado Federal, em 2022.

Fábio Faria vai para o PP e poderá ser o vice de Bolsonaro na eleição de 2022

O Ministro das Comunicações Fábio Faria deverá se filiar ao Partido Progressistas (PP) nos próximos dias. A expectativa é que ele seja alçado ao posto de vice em uma chapa com o presidente Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2022, conforme informação da jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil. Nesta segunda-feira (8), Bolsonaro confirmou sua filiação ao Partido Liberal (PL) para o próximo dia 22 em Brasília, em um grande ato que reunirá os membros das duas legendas.

Segundo Daniela, com a ida de Bolsonaro para o PL, fica acertado entre as duas siglas que o PP, partido do ministro da Casa Civil Ciro Nogueira, será o responsável por indicar o candidato a vice na chapa do presidente em 2022, para reeleição. Seria uma espécie de recompensa por ter sido preterido pelo presidente. E, com Fábio se filiando ao partido, ele seria o escolhido para ocupar a cadeira que hoje pertence ao general Hamilton Mourão (PRTB).

A assessoria de imprensa de Fábio Faria confirmou que ele cumpriu uma corrida agenda política em São Paulo e, de lá, viajou para Glasgow, na Escócia, para outros compromissos. Sobre a possibilidade de ele ser vice em uma chapa presidencial, fomos informados que a pré-candidatura dele ao Senado estava mantida. Fábio, outro dia, disse que seria candidato “ao que Bolsonaro quiser”.

Com a possibilidade de Fábio ser vice na chapa com Bolsonaro, acabaria o clima de incertezas e disputas veladas entre ele e seu colega e conterrâneo Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), já que ambos são aliados do presidente e desejam receber o apoio do Planalto para suas pré-candidaturas ao Senado pelo Rio Grande do Norte.

Caso a chapa se concretize, o caminho para Rogério Marinho ter o tão desejado apoio do presidente ao Senado ficará livre e confortável para todos os envolvidos. E Marinho segue firme em seu propósito, com várias liberações de recursos sendo feitas no Estado. Somente nesta segunda, o MDR liberou R$ 1,1 milhão para a continuidade do saneamento integrado nos bairros de Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul, na zona Norte de Natal (RN).


Redes Sociais

djaildo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *